Vereador Miguel Vieira justifica ausência na convenção do Progressistas

Parlamentar disse que não compareceu ao encontro em protesto pela forma como foi tratado pelos colegas vereadores de seu partido no início da Legislatura

ago 24, 2021

Foto: Jorge Foletto/Rádio Sobradinho AM

O vereador Miguel Vieira justificou, nesta terça-feira, 24, sua ausência na convenção do Progressistas, no último sábado, 21. Em entrevista ao programa Enfoque da Rádio Sobradinho AM, ele disse que não compareceu ao encontro em protesto pela forma como foi tratado pelos colegas vereadores de seu partido no início da Legislatura.

Naquele momento, ele não teria sido convidado para a reunião que tratou da composição da mesa diretora e do acordo sobre a presidência da Casa. Miguel Vieira foi o candidato a vereador mais votado no município nas eleições de 2020. Para ele, os colegas vereadores não reconheceram o trabalho feito por ele ao longo dos anos em benefício do partido.

O ex-prefeito disse que não é verdade que ele teria deixado de fazer campanha para o candidato Jorge Pohlmann em 2020, ou que tenha comprado votos que seriam de outros candidatos de seu partido, ou ainda que faria uma oposição extrema ao atual governo. Quanto à renovação dos quadros da legenda, defendida pelo novo presidente do Progressistas, Éder Librelotto, Miguel Vieira disse que isso é necessário, mas que não basta filiar jovens que não tenham vontade de fazer política, sendo necessário reconhecer aquilo que os antigos correligionários fizeram.

Questionado se pode deixar o partido, disse que não descarta a possibilidade, mas que não fez nenhum movimento nessa direção até o momento. Também disse que não tem pretensões de ser prefeito novamente, mas não descartou por completo a possibilidade.

Nessa segunda-feira, 23, o novo presidente do Progressistas disse que pretende encontrar um novo nome para concorrer a prefeito nas próximas eleições municipais, em 2024.