Sobradinho é o município que mais registrou crimes em janeiro no Centro Serra

O indicador, que em dezembro já havia ficado em estabilidade, registrou retração de 9,1% em janeiro, com uma vítima a menos na comparação com o mesmo mês de 2021, passando de 11 para dez vítimas

fev 14, 2022

No primeiro mês de 2022, a queda da criminalidade no Rio Grande do Sul verificada ao longo dos últimos três anos se expressou de ponta a ponta nos indicadores monitorados pela Secretaria da Segurança Pública. No Centro Serra, Sobradinho é a cidade que mais registrou crimes em janeiro, num total de 45. Todos os 22 índices divulgados mensalmente pela pasta – de homicídios e latrocínios a crimes patrimoniais, além de feminicídios e demais delitos de violência contra a mulher – encerraram janeiro em queda na comparação com o mesmo período do ano passado.

Crime considerado em todo o mundo como principal métrica da violência, os homicídios no Rio Grande do Sul mantiveram em janeiro a tendência de queda dos últimos anos. O número de vítimas passou de 152, no primeiro mês de 2021, para 135, uma retração de 11,2% e o menor total deste 2006. Comparado ao pico da série histórica, em 2017, quando 348 pessoas foram assassinadas em janeiro no Rio Grande do Sul, a retração chega a 61,2%. No Centro Serra, o primeiro e único homicídio registrado até agora, foi no município de Lagoão. Já o crime que contrariou a tendência generalizada de redução nos delitos contra a vida no ano passado, os feminicídios voltaram a cair no Estado no início de 2022.

O indicador, que em dezembro já havia ficado em estabilidade, registrou retração de 9,1% em janeiro, com uma vítima a menos na comparação com o mesmo mês de 2021, passando de 11 para dez vítimas. Nos municípios do Centro Serra os crimes mais registrados em janeiro foram os furtos. Em Sobradinho foram 21 furtos; Arroio do Tigre registrou 5 furtos; Estrela Velha teve 2 estelionatos; em Ibarama e Lagoa Bonita foram registrados 2 furtos, cada; Segredo: 1 furto, 1 estelionato, 1 roubo e 1 delito de armas e munições; Lagoão registrou 1 homicídio e 1 estelionato. Já o município que menos registrou crimes foi Tunas, que teve 1 caso de estelionato.