Secretário da Saúde de Sobradinho diz que alta procura por atendimento no PA é devido à demanda reprimida

Falando ao programa Enfoque da Rádio Sobradinho AM, Barbosa evitou fazer críticas ao Hospital São João Evangelista, mas disse que a prefeitura está cobrando a presença do médico plantonista no PA às 19 horas, como prevê o contrato

nov 29, 2021

Foto: Jorge Foletto/Rádio Sobradinho AM

O secretário municipal da Saúde de Sobradinho, Idelfonso Barbosa, avaliou nesta segunda-feira (29) a situação do atendimento nos ESFs e no Pronto Atendimento do Hospital São João Evangelista, que estão sobrecarregados. Na avaliação de Barbosa, a grande procura é resultado da demanda reprimida causada pela suspensão de muitos procedimentos durante a pandemia. Segundo ele, era previsível que haveria um grande aumento na procura neste momento em que voltam a ser oferecidos exames, consultas e cirurgias eletivas que foram suspensos durante o momento mais crítico da Covid-19.

Falando ao programa Enfoque da Rádio Sobradinho AM, Barbosa evitou fazer críticas ao Hospital São João Evangelista, mas disse que a prefeitura está cobrando a presença do médico plantonista no PA às 19 horas, como prevê o contrato. O prefeito Armando Mayerhofer foi pessoalmente ao Pronto Atendimento em certa ocasião e não teria encontrado nenhum médico no local. Quanto à sugestão de abrir um ESF durante a noite, ele disse que não é simples montar uma nova estrutura ou contratar mais profissionais. Para ele, o fluxo de atendimento deverá voltar ao normal em breve e a estrutura atual deverá dar conta da necessidade.