Secretária confirma regionalização dos partos em Sobradinho

Em entrevista na manhã desta quarta-feira (20) ao programa Enfoque da Rádio Sobradinho o presidente da Associação Beneficente São Marcos – mantenedora do Hospital São João Evangelista – Nilson Fornari, e o Gerente Administrativo da Casa de Saúde, Alex Schafer, comemoraram o resultado da reunião de ontem.

abr 20, 2022

Foto: Henrique Lindner/Rádio Sobradinho AM

A regionalização dos partos foi tema da audiência com a Secretária Estadual da Saúde, Arita Bergmann, com o deputado Adolfo Brito, o vereador Maninho Freitas e representantes do Hospital São João Evangelista Unidade II de Sobradinho, o presidente Nilson Fornari e o diretor administrativo Alex Scheffer. Após colocações da secretária Arita, a equipe técnica informou que as etapas para contratualizar a regionalização dos partos com a instituição, tais como: exigência da vigilância sanitária foram cumpridas, bem como, teve o aval da Saúde da Mulher, faltando apenas alguns ajustes, os quais a secretária determinou que após a reunião, a equipe técnica e a direção do hospital se reunissem para os ajustes finais.

No final da reunião, a secretária Arita autorizou a elaboração do aditivo ao contrato para efetiva contratualização entre o Estado e o Hospital. Em entrevista na manhã desta quarta-feira (20) ao programa Enfoque da Rádio Sobradinho o presidente da Associação Beneficente São Marcos – mantenedora do Hospital São João Evangelista – Nilson Fornari, e o Gerente Administrativo da Casa de Saúde, Alex Schafer, comemoraram o resultado da reunião de ontem. Schafer disse que “para a assinatura do termo aditivo só falta ainda a confirmação do convênio pelo secretários municipais da região.

Eles devem se reunir na próxima quarta-feira (27), na 8ª Coordenadoria Regional da Saúde de Cachoeira do Sul. Através da Regionalização de Partos serão atendidos os municípios de Sobradinho, Ibarama, Segredo e Lagoa Bonita do Sul, com repasse de 70 mil reais mensais pelo Estado, e contrapartida das prefeituras destes municípios. Já os municípios de Arroio do Tigre, Estrela Velha e Passa Sete optaram em conveniar com o Hospital Santa Rosa de Lima – de Arroio do Tigre – para o serviço de partos.