Produtores e fumageiras terão nova rodada para definir o preço do tabaco

Serão recebidas oito empresas fumageiras, de forma individual

jan 25, 2022

Foto: Divulgação

A segunda rodada de reuniões para a definição do preço do tabaco para a safra 2021/2022 está marcada para esta quarta (26) e quinta-feira (27). Os encontros ocorrem na sede da Afubra, em Santa Cruz do Sul, adotando todas as medidas sanitárias devido à pandemia da Covid-19. Serão recebidas oito empresas fumageiras, de forma individual. Segundo o presidente da Afubra, Benício Albano Werner, a entidade e as Federações têm acompanhado a comercialização e os preços que estão sendo praticados. Conforme ele, antes de receber os representantes das empresas, a Comissão se reunirá para trocar informações sobre o andamento da comercialização e definir, em conjunto, os rumos da negociação.

Werner ainda lembra que, novamente, serão recebidas apenas as empresas que apuraram o seu custo de produção em conjunto com a representação dos fumicultores. A primeira rodada de reuniões ocorreu nos dias 20 e 21 de dezembro. A proposta de reajuste do preço, por parte da representação dos produtores, levou em consideração a variação do custo de produção, acrescido de 10 pontos percentuais para a rentabilidade do produtor e a sustentabilidade do setor. Este percentual de acréscimo representa a perda que o produtor teve nas últimas safras. Apesar do custo de produção ter sido apurado de forma conjunta entre as entidades e cada fumageira, a negociação não teve acordo. Apenas uma empresa apresentou proposta de reajuste acima do custo de produção apurado.

Uma não apresentou proposta e as demais não atingiram nem o percentual do custo de produção. Werner espera nesse próximo encontro resultados mais satisfatórios que venham valorizar os produtores integrados. A comissão representativa dos produtores de tabaco é formada pela Associação dos Fumicultores do Brasil (Afubra) e pelas Federações da Agricultura (Farsul, Faesc e Faep) e dos Trabalhadores Rurais (Fetag, Fetaesc e Fetaep) do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná. Os membros do Fórum Nacional da Integração (Foniagro) também vão se reunir na quinta-feira, na parte da tarde, na sede da Afubra, em Santa Cruz do Sul. Na pauta, o debate sobre assuntos relacionados à cadeia produtiva do tabaco.

O Foniagro é composto pelas entidades representativas dos produtores integrados e das empresas integradoras, com mesmo número de representantes de cada lado. Pelo calendário divulgado pela Afubra, amanhã (26), às 9h – a reunião será entre os membros da Comissão representativa dos produtores. Depois, às 13h30min – com representantes da JTI; às 14h30min – com a BAT – ex-Souza Cruz; às 15h30min – China Brasil e às 16h30min – com a Universal Leaf. Na quinta-feira, às 8h – com a Alliance One; 9h – CTA; 10h – com a Premium; às 11h – com representantes da UTC e às 14h – o encontro será com os membros do Foniagro.