Polícia Ambiental flagra extração ilegal de pedras ágatas em Salto do Jacuí

Durante o levantamento ambiental, foi verificado em 6 pontos distintos da propriedade a recente movimentação de solo e presença de cavas em meio a lavoura, dentre eles uma encontrava-se dentro de Área de Proteção Ambiental.

maio 7, 2022

Fotos: Divulgação

Uma guarnição do 2º Batalhão Ambiental de Cruz Alta deslocou até o interior de Salto do Jacuí, nessa sexta-feira (06), para atender denúncia referente a extração ilegal de pedras Ágata em uma propriedade rural. Durante o levantamento ambiental, foi verificado em 6 pontos distintos da propriedade a recente movimentação de solo e presença de cavas em meio a lavoura, dentre eles uma encontrava-se dentro de Area de Proteção Ambiental.

Os autores não foram localizados, contudo, foi encontrado nas proximidades da mata ciliar, duas pás e duas picaretas que foram recolhidas mediante termo de apreensão. Também foram encontrados 12 sacos de ráfia contendo pedras provenientes da extração. Por não haver condições de recolhimento, os policiais inutilizaram os sacos e as pedras foram espalhadas.

Os policiais entraram em contato com o proprietário da lavoura, mas ele não se encontrava na região. Foi lavrado uma Comunicação de Ocorrência Policial e posteriormente será confeccionado o auto de constatação ambiental detalhando os fatos.