Vereador de Ibarama explica redução do valor possível de ser remanejado pelo prefeito

Na semana passada, o prefeito Valmor Matana havia criticado a decisão da Câmara, onde a oposição tem maioria, afirmando que o executivo ficou de mãos amarradas para o ano que vem

dez 27, 2023

Foto: Henrique Lindner

O vereador de Ibarama, Tainã Forgerini, explicou o que levou a oposição a reduzir o valor possível de ser remanejado pelo prefeito de um setor para outro dentro do orçamento municipal. O limite era de 20% e foi reduzido para 0,25%. Em entrevista ao programa Enfoque, Tainã afirmou que pode até parecer um corte radical, mas na opinião dele, nunca deveria ter sido tão alto este índice porque acaba resultando na exclusão do Legislativo da tomada de decisões.

O vereador do Progressistas negou que a decisão tenha o objetivo de limitar as iniciativas do executivo, lembrando que a Constituição estabelece que os três poderes devem atuar de forma harmônica. Garantiu que os vereadores da oposição vão aprovar remanejamentos de valores acima do novo limite que o Executivo solicitar, caso julguem importante.

Na semana passada, o prefeito Valmor Matana havia criticado a decisão da Câmara, onde a oposição tem maioria, afirmando que o executivo ficou de mãos amarradas para o ano que vem, e que a cada iniciativa terá que consultar os vereadores. Na entrevista de hoje, Tainã Forgerini ainda criticou a área da Saúde do município de Ibarama.