Unisc terá mais um semestre no sistema híbrido

Já foi iniciado um planejamento mais detalhado sobre o aumento da presencialidade no próximo semestre

jul 20, 2021

A Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc) optou por realizar mais um semestre em formato híbrido. Mesmo que as aulas de forma online continuem, a intenção é aumentar a presencialidade dos alunos, não apenas com turmas de disciplinas práticas, mas também com turmas menores de atividades teóricas que poderiam ter aula devido ao número de estudantes.

De acordo com a diretora de Ensino de Graduação da Unisc, Giana Sebastiany, na última semana foi organizada uma reunião com os coordenadores de cursos em que, por meio da Pró-Reitoria Acadêmica, já foi iniciado um planejamento mais detalhado sobre o aumento da presencialidade no próximo semestre, mas seguindo os protocolos exigidos e observando todas as questões sanitárias da pandemia. Segundo ela, será sempre levado em consideração a evolução e os dados de controle da pandemia, de como estão as faixas etárias de vacinação, qual o número de estudantes, funcionários e professores vacinados. Giana ressalta “que no primeiro semestre a Unisc já teve essa atividade híbrida, principalmente com as atividades práticas, onde as turmas foram divididas com menor número de alunos em cada uma delas, respeitando a capacidade máxima nesses locais e todas as medidas de segurança”.

Diante disso, Giana destaca que as atividades práticas continuam previstas na presencialidade, especialmente as atividades práticas que ocupam salas especiais e laboratórios. Ainda conforme a profissional, a universidade tem analisado a quantidade de alunos por turma e de que forma isso pode ser feito de maneira escalonada, garantindo a segurança dos estudantes. No entanto, ela ressalta que foram registrados muitos ganhos com o ensino remoto, pois todos precisaram aprender a dominar muitas outras tecnologias que podem continuar fazendo parte do cotidiano de universidade e mediando as relações pedagógicas.

Nos próximos dias haverá o processamento de matrículas, quando será definido especificamente o número de estudantes em cada turma e, como consequência, será possível definir o que se pode fazer de forma presencial e o que seguirá sendo feito de forma remota.