Pesquisar
Close this search box.

Secretaria da Saúde de Estrela Velha alerta para a necessidade de manter os cuidados de prevenção à dengue

Conforme a secretária Fernanda Facco, com o excesso de chuvas das últimas semanas, o mosquito encontra ainda mais água, aumentando o número de criadouros.
Aedes aegypti é responsável pela transmissão da doença. Foto: Divulgação

Apesar do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, circular menos no interior, os cuidados de prevenção devem continuar. O alerta é da Secretaria Municipal da Saúde. Conforme a secretária Fernanda Facco, com o excesso de chuvas das últimas semanas, o mosquito encontra ainda mais água, aumentando o número de criadouros.

Por isso, a limpeza das áreas internas e externas das residências e a eliminação dos objetos com água parada são algumas medidas de prevenção à proliferação e circulação do mosquito. O uso de repelente também é recomendado para maior proteção individual. A população deve ficar atenda aos sintomas da dengue, como: febre alta (39°C a 40°C), com duração de dois a sete dias; dor atrás dos olhos; dor de cabeça, no corpo e nas articulações; mal-estar geral; náusea; vômito; diarreia e manchas vermelhas na pele.

Ao acessar e navegar neste website você está de acordo com a nossa Política de Privacidade