Relatório da Emater-RS/Ascar estima prejuízo superior a R$ 22 milhões na cultura do fumo em Passa Sete

Os fortes ventos do temporal da última semana quebraram muitas folhas, deitaram e até quebraram pés de fumo. Com isso, estima-se uma redução de, pelo menos, 20% na produção.

jan 24, 2024

Foto: Bruno Rodrigues Machado

As perdas ocasionadas pelo temporal da última semana ultrapassam os R$ 22,5 milhões na cultura do fumo. É o que mostra o levantamento feito pela Emater-RS/Ascar. O documento também destaca que aproximadamente 50 propriedades, com casas e galpões, foram destelhadas ou sofreram danos estruturais. Conforme o técnico em agropecuária e extensionista rural da Emater, Anderson Mateus da Silva, em entrevista ao Programa Enfoque, o município de Passa Sete tem uma área plantada de 2.500 hectares de fumo, a qual foi totalmente afetada. Conforme Silva, os fortes ventos quebraram muitas folhas, deitaram e até quebraram pés de fumo. Com isso, estima-se uma redução de, pelo menos, 20 % na produção.

Outra cultura bastante afetada é o milho. Segundo o levantamento, os danos foram irreversíveis, pois os ventos fortes derrubaram os pés e prejudicaram o encerramento do ciclo, perdendo qualidade da espiga, o que dificulta a colheita. As projeções ultrapassam os R$ 3 milhões de prejuízo nessa cultura. Outra atividade que também enfrenta sérios danos é a silvicultura. As florestas comerciais de eucalipto foram afetadas pelo forte vento, que quebrou e arrancou cerca de duas mil árvores adultas e prontas para o beneficiamento. Calcula-se um prejuízo de R$ 600 mil nesta atividade.

O relatório da Emater também aponta perdas na bovinocultura de leiteira, que deve deixar de entregar 60 mil litros do produto, devido à falta de energia elétrica, o que gera um prejuízo de R$ 119.400,00 aos produtores. A Emater não conseguiu quantificar as perdas na soja, em razão de que a cultura ainda não definiu totalmente sua capacidade de produção.

No entanto, Anderson afirma que haverá sim perdas significativas na sojicultura, como abortamento de grãos e outros aspectos que são ocasionados pelo temporal. A Emater concluiu que os prejuízos já ultrapassam os R$ 30 milhões em prejuízos ocasionados somente pelo último evento climático em Passa Sete, recursos financeiros que deixarão de compor a economia regional.