Pesquisar
Close this search box.

Presidente do Legislativo de Ibarama anuncia CPI para investigar áudio de vereador em viagem a Santa Catarina

O presidente do Legislativo afirmou que a viagem está dentro da lei e que ele não poderia proibir os vereadores de participar do evento.
Foto: Arquivo Pessoal

O presidente da Câmara de Vereadores do município de Ibarama, anunciou que vai instalar uma CPI para apurar o áudio que circula pelas redes sociais atribuído a um dos vereadores que estão em viagem a Santa Catarina. Tainã Forgerini falou ao programa Enfoque desta quinta-feira, 20, para avaliar a repercussão causada pela participação dos colegas em um curso na cidade catarinense de Dionísio Cerqueira, na fronteira com a Argentina. O presidente do Legislativo afirmou que a viagem está dentro da lei e que ele não poderia proibir os vereadores de participar do evento.

Explicou que consultou órgãos fiscalizadores, como o Ministério Público, que confirmaram o direito deles em participar de cursos e receber as diárias correspondentes. Tainã Forgerini, no entanto, considera que a iniciativa é imoral, mesmo que seja legal. Na avaliação dele, o áudio que seria de um dos vereadores pode configurar quebra de decoro parlamentar. Por isso, decidiu pela abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito, o que pode até resultar em cassação de mandato. O presidente da Câmara disse que é necessário apurar se o áudio não foi manipulado, mas afirmou que no seu entender trata-se do vereador do MDB.  Participam do curso os vereadores Douglas Leandro Kluge, Giovani Albino Lazzarotto – o Gil, e Nestor Marcelo Dal Ri, do PP; e Odir Pedro Puntel, do MDB.

Conforme dados do Portal da Transparência, o gasto de cada parlamentar é de R$ 7.745,22. Além disso, o valor da inscrição no curso é R$ 7.560,00. Desta forma, a despesa total a ser paga pelo Legislativo de Ibarama é de R$ 38.540,88. Em abril deste ano, três vereadores deste mesmo grupo já haviam viajado para esta mesma cidade com as despesas pagas pela Câmara. Na entrevista desta quinta-feira, o presidente do Legislativo de Ibarama também anunciou que vai apresentar um projeto propondo a redução dos valores das diárias. Atualmente, para viagens no estado o valor da diária com pernoite dos vereadores de Ibarama é de R$ 889,00. Em viagens para fora do Rio Grande do sul, o valor dobra, ou seja, é de R$ 1.778,00.

Tainã Forgerini garantiu, ainda, que até agora não retirou nenhuma diária e pretende continuar assim até o fim do seu mandato. Para ele, é possível buscar conhecimento de forma on line. Em 2021, projeto que previa a redução dos vencimentos dos vereadores de Ibarama para um salário mínimo foi rejeitado. Na época todos os vereadores que estão viajando votaram contra a redução. A proposta havia partido de um grupo de moradores da cidade e contava com as assinaturas de 1.100 eleitores. A reportagem fez contato com os quatro vereadores que estão em Santa Catarina, mas nenhum deles se manifestou sobre o assunto até o fechamento desta edição.

Ao acessar e navegar neste website você está de acordo com a nossa Política de Privacidade