Presidente da Câmara de Vereadores de Sobradinho avalia atividades deste ano

Em entrevista ao programa Enfoque desta sexta-feira, 22, ele destacou a redução das despesas com diárias

dez 22, 2023

Foto: Henrique Lindner

O vereador Júlio Miguel Vieira, do Progressistas, fez um balanço de suas ações na presidência da Câmara de Vereadores de Sobradinho neste ano. Em entrevista ao programa Enfoque desta sexta-feira, 22, ele destacou a redução das despesas com diárias. Conforme ele, foi a gestão mais econômica da atual legislatura com gasto de pouco mais de 30 mil reais com esta finalidade. Miguel Vieira também avaliou a eleição da nova mesa diretora da Casa e afirmou que o seu partido acabou entregando a presidência para o MDB, como reflexo de um acordo mal sucedido.

O vereador lembrou que após as eleições de 2020, foi excluído pelo seu partido da possibilidade de ser indicado para presidente da Câmara, devido a reclamações de alguns companheiros de sigla de sua atuação na campanha eleitoral. Para Miguel, isso foi um grande erro reconhecido pelo próprio partido e que acabou não tendo efeito prático. O vereador declarou que, embora tenha se sentido excluído, o episódio já ficou no passado. Sobre a administração do prefeito Armando Mayerhofer, Miguel disse que ele tem muito conhecimento da vida pública e por isso faz um bom governo.

Lamentou, no entanto, que o TRE tenha absolvido o prefeito da condenação de cassação de seu mandato, e também criticou o foguetório promovido em comemoração dessa decisão. Para ele, nas últimas eleições houve o uso da máquina pública e que isso deverá se repetir no próximo pleito. Quanto à possibilidade de concorrer em 2024, Miguel Vieira disse que é soldado do partido, mas não afirmou categoricamente que pretende ser candidato.