Prefeitos da AMCSERRA decidem manter os atuais protocolos e medidas restritivas à Covid-19

Prefeitos lembram que somente com o auxílio de todos, a região Centro Serra poderá manter aberto, e em atividades, os estabelecimentos comerciais e de serviços.

maio 27, 2021

Os prefeitos que fazem parte da Associação dos Municípios do Centro Serra estiveram reunidos na tarde desta quarta-feira (26), e decidiram manter todos os protocolos e as medidas sanitárias definidas na reunião do dia 17 de maio para fins de prevenção e enfrentamento à pandemia causada pelo Coronavírus.

Conforme a nota da AMCSERRA, as determinações serviram de base para o Plano de Ação que a Região 27 – Cachoeira do Sul, encaminhou ao Gabinete de Crise como resposta ao Alerta emitido para a região. O período de permanência dos atuais protocolos será enquanto durar o indicador de Alerta para a Região 27. Os prefeitos destacam que se houver melhora ou piora significativa do quadro atual, haverá uma nova reunião para avalição. Eles alertam para a necessidade de evitar aglomerações, e da população manter ativos os protocolos de saúde utilizados para conter o avanço da Covid-19. Na nota, os prefeitos lembram que somente com o auxílio de todos, a região Centro Serra poderá manter aberto, e em atividades, os estabelecimentos comerciais e de serviços. A nota é assinada pelo presidente da AMCSERRA, Valdir Rodrigues – prefeito de Segredo.

Já os presidentes das Câmaras do Comércio, Indústria e Serviços de Sobradinho, Arroio do Tigre, Segredo e Lagoão emitiram uma nota conjunta, encaminhada a diretoria da AMCSERRA, onde manifestam preocupação com o crescimento repentino de casos de Covid-19 em Cachoeira do Sul. No documento, destacam a preocupação com a saúde da população e com a economia dos municípios da região Centro Serra. Os dirigentes solicitam que, juntos com os demais prefeitos, sejam adotadas, de forma imediata, medidas restritivas nos finais de semana, a fim de evitar aglomerações de pessoas, buscando evitar a propagação da doença. Sugerem ainda que, pelo menos, nos próximos dois ou três finais de semanas, sejam adotadas medidas mais rígidas e com fiscalização intensa para que, no futuro, sejam evitadas outras medidas mais extremas para contenção da pandemia.

O ofício, encaminhado a diretoria da AMCSERRA, é assinado pela presidente da Câmara do Comércio, Indústria e Serviços de Sobradinho, Tatiana Lisboa; presidente da Câmara do Comércio Indústria e Serviços de Arroio do Tigre, Anderson Luchese; presidente da Associação Comercial Industrial e Serviços de Segredo, Celso Souza; e presidente da Associação do Comércio, Indústria e Serviços de Lagoão, Valter Teles.