Podas de árvores feitas pela RGE-Sul geram questionamentos de moradores em Sobradinho

Setor ambiental da Prefeitura deverá notificar a RGE para a reparação dos danos no Bairro Baixada

jun 21, 2021

As podas de árvores feitas pela RGE-Sul, tem gerado questionamentos de moradores da cidade. No último sábado (19), uma equipe da concessionária trabalhou durante a noite na poda de árvores no Loteamento Nardi, na Baixada. No amanhecer deste domingo (20), alguns moradores se depararam apenas com o tronco das árvores em frente às suas residências.

No dia três de maio, todos os vereadores aprovaram na Câmara, projeto que autoriza o Executivo e a RGE firmarem convênio visando a regularização do Projeto “Arborização + Segura”. Todo o trabalho de poda ou remoção de árvores é feito pela empresa de energia elétrica, além do conserto das calçadas danificadas. Toda a árvore abatida será substituída por, no mínimo, outro exemplar arbóreo mais adequado, e em caso de espécie nativa serão substituídos por outros três exemplares.

Árvores cortadas no Bairro Baixada

Segundo o setor de meio ambiente da Prefeitura, esse convênio aprovado deverá entrar em prática apenas no ano que vem, pois é a longo prazo. O Engenheiro Ambiental, Marcos Trindade, revelou que irá notificar a RGE para a reparação dos danos no Bairro Baixada. Revelou que em outros locais a empresa foi notificada, e até mesmo, já plantou novos exemplares de árvores.

O engenheiro ambiental da Prefeitura revelou ainda que a empresa segue uma normativa da Aneel, que permite poda ou remoção das árvores que estão próximas a rede de energia elétrica. Em Granja do Silêncio, segundo informações de ouvintes, exemplares de pinheiros nativos, até mesmo longe da rede, foram abatidos pela RGE-Sul.