Morre, aos 74 anos, o cantor e compositor gaúcho Iedo Silva

Ele estava internado, há mais de um mês, no Hospital de Clínicas de Porto Alegre e foi vítima da Covid-19

set 16, 2021

Foto: Divulgação

Morreu nesta quarta-feira (16), por complicações do Coronavírus, o cantor, gaiteiro, intérprete e compositor gaúcho, natural de Cachoeira do Sul, Iedo Silva, aos 74 anos. Ele estava internado, há mais de um mês, no Hospital de Clínicas de Porto Alegre.

Iedo começou a carreira nos anos 1960. Na década seguinte, formou o grupo Os Tauras, e deixou o conjunto em 1980 para fundar Os Farrapos. A partir dos anos 1990, iniciou a carreira solo, onde permaneceu nas décadas seguintes. Foi conhecido por grandes sucessos como Ala-Pucha Tchê; Me Comparando ao Rio Grande; Chiquita e Pampa na Garupa, defendeu, durante os mais de 45 anos de carreira, a música tradicionalista gaúcha. Publicações nas redes sociais do artista indicam que ele havia descoberto um câncer de próstata recentemente e foi internado no Hospital de Clínicas, em Porto Alegre, para tratamento.