Pesquisar
Close this search box.

Liberação da ponte da Baixada conta com análise constante da equipe de engenharia da prefeitura de Sobradinho

Anteriormente a ponte estava autorizada somente para pedestres desde o início do mês de maio, em decorrência da enchente que atingiu Sobradinho e todo o Estado do Rio Grande do Sul.
Foto: Divulgação

Desde o final da tarde da última quinta-feira (13), está liberada a passagem de veículos na ponte de acesso ao Bairro Baixada, em Sobradinho. Anteriormente a ponte estava autorizada somente para pedestres desde o início do mês de maio, em decorrência da enchente que atingiu Sobradinho e todo o Estado do Rio Grande do Sul. No local, foram instaladas barreiras metálicas, semelhantes a goleiras, com 2,20m de altura, e com fitas reflexivas, enfatizando que só podem atravessar veículos leves.

De acordo com o diretor de Projetos e Engenharia da Prefeitura, engenheiro Dieisson Bridi, em função das dificuldades relacionadas a execução das obras necessárias para liberação completa da ponte, que vão desde questões climáticas a financeiras e até de cronograma (tempo envolvido), foi decidido por adotar este sistema paliativo e emergencial, utilizando apenas uma pista no sistema pare e siga. Falando ao programa Enfoque da Rádio Sobradinho, na manhã desta segunda-feira (17) ele salientou que esta decisão foi tomada após reunião entre o Setor Técnico e a Administração Municipal, onde foram apresentados os resultados do acompanhamento feito pelo Topógrafo Municipal, Adilson Blanck, no qual foram medidas e conferidas possíveis alterações no nível do tablado da ponte durante cerca de 15 dias.

Como o resultado deste acompanhamento indicou que a estrutura se mantem estável, ou seja, não sofreu novas deformações durante o período, abriu-se a possiblidade em adotar esta solução provisória afim de atender os anseios da população local. Dieisson Bridi salienta que todas medidas tomadas para a ponte da Baixada, tratam-se de situação de caráter emergencial e provisório, podendo ser revistas a qualquer momento em função das condições estruturais da ponte, que continua significativamente avariada e fragilizada em função dos eventos climáticos do dia 30 de abril.

O prefeito Armando Mayerhofer, destacou o empenho de todos para liberação da ponte da Baixada, e solicitou que as pessoas tenham cuidado ao utilizar o local, e que também sejam respeitadas todas as condições e informações disponíveis referente aos limitações permitidas para o local.

Ao acessar e navegar neste website você está de acordo com a nossa Política de Privacidade