Lavouras de verão em Arroio do Tigre podem melhorar produção

Para a safra de inverno, estimativa é de manter 1.500 hectares plantados

abr 28, 2022

As áreas de soja, plantadas até o mês de outubro com cultivares superprecoces, tiveram um desenvolvimento prejudicado pela falta de chuvas. A informação é do técnico da Unidade da Cotriel de Arroio do Tigre, Tiago Eichelberger. Conforme ele, as primeiras lavouras foram todas colhidas, com produtividade bem baixa. As lavouras de novembro, com ciclo superprecoces devem ser colhidas nos próximos dias, porém, aquelas cultivadas em janeiro devem ter produtividades melhores do que o esperado inicialmente.

Para a safra de inverno, o técnico estima que a área de cerca de 1.500 hectares plantada no ano passado se mantenha. Tiago Eichelberger, também comentou sobre a área de feijão, que devido ao clima estão bem desenvolvidas. A área de fumo, extremamente dependente de mão-de-obra, segundo ele, segue sendo expressiva, tendo gerado boa rentabilidade ao associado.