Homem natural de Segredo é morto por colega de trabalho após desentendimento sobre horário de tomar café

Marcelo Camilo sofreu duas perfurações de objeto cortante e foi levado ainda com vida ao hospital, mas acabou falecendo.

jun 7, 2022

Foto: Divulgação/Imagens de Videomonitoramento

Um homem de 36 anos, natural de Serrinha Velha, município de Segredo, foi morto enquanto trabalhava, em São Leopoldo, nesta segunda-feira (6). Marcelo Camilo foi atingido por golpes de um objeto cortante no interior da empresa onde trabalhava. De acordo com as primeiras informações divulgadas pela Polícia, o acusado de ter cometido o crime seria chefe da vítima. A motivação do assassinato ainda está sendo apurada pela investigação. Uma primeira versão aponta que teria havido uma desavença por conta do horário estipulado para o intervalo do café. Outras hipóteses ainda serão analisadas pela Polícia Civil. O diretor da empresa, Alexandre Ely, no entanto, nega que o suspeito fosse chefe da vítima, e sim colega.

Marcelo Camilo sofreu duas perfurações de objeto cortante e foi levado ainda com vida ao hospital, mas acabou falecendo. O acusado de ter cometido o crime não teve sua identidade revelada. O homem tinha no histórico policial um registro de ocorrência por ameaça, e teria fugido do local caminhando. Até o momento, ele não foi localizado pelos policiais. De acordo com a Polícia Civil, na semana passada e horas antes do crime o acusado e a vítima teriam discutido. Os dois haviam trabalhado juntos no sábado, quando um deu carona para o outro. A polícia abriu investigação para apurar se o objeto usado no crime, uma espécie de chave, era um instrumento de trabalho ou se pertencia ao suspeito. O diretor da Sulcromo, Alexandre Ely, diz que o local onde o homem foi golpeado não é o espaço reservado para o café, e sim uma espécie de almoxarifado. Segundo ele, o café é servido fora do ambiente da empresa. Ele diz que a empresa ainda busca entender o que aconteceu dentro da sala.

Imagens da câmera de segurança da empresa mostram a vítima saindo de uma sala com a mão no peito e cambaleando. Em nota, a empresa lamentou profundamente a morte e se solidarizou com a família e com amigos de Marcelo Camilo. A empresa ainda informa que “está prestando toda assistência à família do funcionário, bem como colaborando com as autoridades para elucidar os fatos”. Os atos fúnebres de Marcelo Camilo estão acontecendo no salão São Sebastião de Serrinha Velha/Segredo, e hoje, às 15h30 cerimônia religiosa e após o sepultamento no cemitério da localidade. Vários familiares da vítima moram na localidade.