Homem morre afogado em Candelária

Segundo informações dos Bombeiros Voluntários de Candelária, a suspeita é de que Claudinho tenha tido um mal súbito enquanto estava dentro da água.

jan 8, 2024

Foto: Divulgação

No último sábado (06), mais uma tragédia foi registrada nas águas do Rio Pardo, em Candelária. Um homem de 51 anos, identificado como Cláudio Adão da Rosa, conhecido como Claudinho, morreu afogado enquanto se banhava na localidade de Alto Passa Sete, no ponto conhecido como Ponte do Império. A vítima morava na localidade de Linha Travessão, no interior do município. Segundo informações dos Bombeiros Voluntários de Candelária, a suspeita é de que Claudinho tenha tido um mal súbito enquanto estava dentro da água.

Os bombeiros e a Brigada Militar foram acionados e realizaram o atendimento da ocorrência. Infelizmente, não foi possível salvar a vida do homem. Este é o terceiro afogamento registrado em Candelária nesta temporada, em um intervalo de apenas 19 dias. O primeiro ocorreu no dia 17 de dezembro, vitimando Caio Alexandre da Silva, de 18 anos. O segundo ocorreu uma semana depois, em 25 de dezembro, e resultou na morte de Luan Prates, de apenas 13 anos.

Após o ocorrido, Claudinho foi velado no Pavilhão Comunitário da Linha Travessão. Em seguida, seu corpo foi transladado para Ibarama, onde também foi velado antes de ser sepultado. As autoridades locais têm alertado a população sobre os perigos das águas do Rio Pardo, especialmente durante a temporada de verão. É importante tomar medidas de precaução ao se banhar em rios e lagos, como evitar nadar sozinho, conhecer as condições do local, evitar o consumo de álcool antes ou durante o banho, entre outras.