Funcionamento do castramóvel de Sobradinho ainda é incerto

Segundo o vereador Berê Nunes (PP), o prefeito Armando Mayerhofer concordou em adquirir a estrutura, desde que os vereadores fossem buscar recursos para manutenção e despesas do serviço.

abr 11, 2022

Foto: Arquivo Rádio Sobradinho

O funcionamento do castramóvel, que deverá ser adquirido pela prefeitura de Sobradinho, ainda é incerto. Em entrevista ao programa Quadro Geral da Rádio Sobradinho AM, na última sexta-feira (08), o vereador Berê Nunes disse que, juntamente com a vereadora Daniele Karnopp, participou de reunião com o prefeito Armando Mayerhofer para debater o assunto. Segundo o parlamentar, foram destinados para a compra o R$ 180 mil reais através de emenda do deputado federal Pedro Westphalen para a compra do equipamento, e o prazo para compra já está vencendo.

Berê também esteve em Cachoeira do Sul, onde foi conhecer o projeto castramóvel. Segundo ele, lá o município aguarda uma autorização de um órgão veterinário responsável, para o funcionamento. Questionado sobre o projeto em Sobradinho, Berê revelou que o Executivo acha inviável ter uma estrutura do castramóvel, pois, depende da contratação de veterinário e atendente, aquisição de medicamentos, entre outras questões.

Apesar disso, o vereador afirmou que o prefeito Armando Mayerhofer concordou em adquirir a estrutura, desde que os vereadores fossem buscar recursos para manutenção e despesas do serviço. O vereador destaca que o valor da emenda é especifica para a compra do equipamento, e não é possível fazer outra destinação. Berê Nunes defende que o equipamento venha ao município, e depois sejam buscadas formas de implantar o serviço de castrações de cães e gatos com o auxílio de ONGs, comunidade e contrapartida da prefeitura de Sobradinho.