Estado libera ordem de serviço para projeto técnico da 3ª pista na ERS-400

As diretrizes e levantamentos iniciais foram repassados pela equipe de engenharia do DAER à empresa INCORP, vencedora da Licitação para elaborar o Projeto definitivo.

jun 30, 2022

Foto: Divulgação

Após reunião com o Chefe da Casa Civil, secretário Artur Lemos, Na manhã desta quinta-feira (30), o deputado Adolfo Brito declarou que a Empresa INCORP, recebeu nesta semana ordem de serviço, e já está iniciando os trabalhos para elaboração do Projeto Técnico da Terceira Pista na ERS-400, entre Candelária e Sobradinho. As diretrizes e levantamentos iniciais foram repassados pela equipe de engenharia do DAER à empresa INCORP, vencedora da Licitação para elaborar o Projeto definitivo.

Pelas informações fornecidas ao parlamentar, a empresa deverá dispor de uma equipe para os levantamentos de campo e outra em escritórios, devendo fazer uso também de equipamentos atualizados, de auxilio técnico de precisão, com uso de Drones, ao longo da rodovia. Em entrevista, após assinatura do Contrato do Projeto Técnico da Terceira Pista, no Palácio Piratini, em 26 de maio, o diretor do DAER, engenheiro Luciano Faustino, garantiu que o Estado deverá colocar recursos no Orçamento de 2023 para o início das obras, sendo que será a Primeira Rodovia do DAER com caixas de brita, afim de dar mais segurança e melhor trafegabilidade aos caminhoneiros e usuários.

Adolfo Brito disse também que uma nova mobilização está sendo iniciada, a fim de dar sequência a RS-410 entre o Pinheiro e a 403 que liga Candelária à Rio Pardo e Cachoeira do Sul, tendo em vista o grande volume de transito principalmente no transporte de soja, milho e arroz, rumo ao Porto de Rio Grande. A audiência já está confirmada para próxima terça-feira (03), às 11 horas, no Palácio Piratini, com presença da Direção do DAER, Secretário da Casa Civil, Artur Lemos e lideranças de Candelária e Região. Brito declarou que estão sendo convidados também outros deputados da região. O objetivo é alocar recursos para a sequência da obra no Orçamento de 2023.