Em encontro histórico na sede da Famurs, 350 municípios e entidades reforçam pleitos e medidas sobre a estiagem

Mobilização de gestores municipais busca soluções e recursos para o enfrentamento da estiagem

mar 18, 2022

Foto: Guilherme Pedrotti/Famurs

O auditório da Famurs não foi suficiente para reunir todas as lideranças que na manhã desta quinta-feira (17), realizaram mobilização em busca de soluções e recursos para o enfrentamento da estiagem. Com todas as poltronas ocupadas por prefeitos, secretários de agricultura e demais autoridades dos 425 municípios gaúchos atingidos pela seca, foi necessário instalar monitores em outros locais da sede da entidade, como as salas de aula da Escola Famurs, onde os presentes acompanharam o encontro remotamente.

Fizeram-se presentes mais 350 prefeitos e centenas de outros representantes das prefeituras assistiram a reunião diretamente de suas cidades, em diversas regiões do Estado. O resultado da mobilização, que reuniu ainda deputados estaduais, federais e dirigentes de entidades do setor agrícola, foi o lançamento de um manifesto cobrando celeridade na liberação dos recursos prometidos para os produtores rurais. No encontro, os municípios do Estado do Rio Grande do Sul decidiram pedir urgência na edição da Medida Provisória referente à complementação do Proagro, com valores que chegam a aproximadamente R$ 2,8 bilhões e a liberação pelo Governo Federal de R$ 650 milhões de reais para a prorrogação das parcelas de custeios e investimentos para este ano.

No âmbito estadual, exigem máxima urgência na liberação dos valores do Programa Avançar e simplificação das exigências documentais solicitadas. Em entrevista ao programa Enfoque da Rádio Sobradinho, nesta sexta-feira (18), o diretor geral da Famurs, Salmo Dias de Oliveira, afirmou que caso as medidas não sejam atendidas uma forte crise econômica poderá afetar o Rio Grande do Sul, como consequência da estiagem. Ele também disse que não são “emendinhas” dos deputados que vão mudar a situação dos municípios e sim programas de maior abrangência. Lamentou ainda o elevado valor que os candidatos a deputado terão à disposição para a próxima campanha eleitoral.