Dirigentes partidários de Sobradinho manifestam preocupação com divisão de atendimentos do Centro de Especialidades Médicas e Telemedicina

Presidentes dos partidos políticos de Sobradinho - PSB, PDT, PSDB, PTB, PP, PT e MDB, enviaram ofício ao prefeito Armando Mayerhofer

maio 18, 2021

Os presidentes dos partidos políticos de Sobradinho – PSB, PDT, PSDB, PTB, PP, PT e MDB, enviaram ofício ao prefeito Armando Mayerhofer, manifestando preocupação com a divisão dos atendimentos de medicina especializada entre os municípios de Arroio do Tigre e Sobradinho. Segundo o documento, após manifestação na mídia feita pelos prefeitos em oferecer os serviços antes da construção do centro de especialidades, decisão tomada em comum acordo entre os respectivos prefeitos.

No documento, os presidentes de partidos disseram acreditar na boa vontade e palavra dos prefeitos, porém após a conclusão do centro, iria pesar os investimentos feitos com recursos públicos e particulares em razão destes atendimentos, durante os anos que antecedem a conclusão da obra. Eles acreditam que isso pesaria na decisão dos gestores, e provavelmente dificultaria a manutenção do acordo de retorno dos atendimentos para Sobradinho. Com isso, entendem ser de suma importância a disponibilização dos serviços especializados de imediato a comunidade, mas concentrados em sua integralidade – 100% – no município de Sobradinho, criando assim o vínculo direto da região com a cidade onde, de fato, será construído o Centro de Especialidades Médicas e Telemedicina. O documento foi revelado ontem durante a Sessão da Câmara de Vereadores de Sobradinho, e foi assinado pelos presidentes do MDB – Pedrilo Carniel; Carlos Carniel – do PT; Maurício Lipke – PP; Diego Batista da Silva – do PTB; Amilcar Dornelles – PSDB, Ângela Wietzke – PDT, e Jeferson Matana – do PSB.

Usando a tribuna da Câmara na sessão dessa segunda-feira (18), o vereador Jeferson Matana voltou a manifestar preocupação sobre a divisão dos serviços médicos entre os municípios de Arroio do Tigre e Sobradinho, que deverão integrar o futuro centro de telemedicina. O assunto revelado no programa Enfoque da Rádio Sobradinho AM, na semana passada, pelo prefeito de Sobradinho, Armando Mayerhofer, e causou preocupação dos envolvidos no projeto, pois segundo Matana, abre precedentes para outros municípios que integram o Consórcio Intermunicipal de Saúde, solicitar que outros serviços sejam instalados em seus municípios. Para o vereador, o assunto está encerrado.

Vereador Matana Foto: Fabricio Ceolin

O parlamentar salientou que está “de saco cheio”, pois vê nisso, a inviabilidade do projeto num todo, caso as especialidades sejam divididas. Jeferson Matana lembrou que o projeto do Centro de Especialidades foi um trabalho em conjunto, envolvendo os Sindicatos dos Trabalhadores Rurais e o deputado Federal Heitor Schuch, para que fosse garantida a verba para sua construção. O vereador salienta que não tem mais o que fazer e que a decisão está na mão do prefeito.

Já o líder do governo na Câmara de Sobradinho, vereador Gerson Schirmer – do MDB, disse que fez contato com o prefeito Armando Mayerhofer para falar sobre a situação. Segundo ele, seu partido e as demais agremiações partidárias de Sobradinho comungam da ideia de não repartir as especialidades. Schirmer revelou que foi enfático com o prefeito, e que a divisão dos serviços médicos não será mais feita.

O vereador disse que isso é uma questão de respeito pelo trabalho do vereador Matana, e de todos que se envolveram no projeto. Gerson Schirmer avalia que não foi correta a maneira que o prefeito Armando Mayerhofer ventilou a informação. Ele salientou que não há nada contra o município de Arroio do Tigre ou o trabalho do prefeito Marciano Ravanello, mas concordou também, que a divisão dos serviços faz com que outros municípios também tenham o direito de querer oferecer serviços especializados no setor.

A reportagem das Rádios Sobradinho AM e Jacuí FM tentou, mas não conseguiu contato esta manhã, com o prefeito Armando Mayerhofer.