Dinossauros levam Agudo para o Guinness Book

A cerimônia de entrega do certificado do livro do recordes ocorreu em Santa Maria, na quarta-feira, com a presença dos prefeitos dos 22 municípios que integram a região reconhecida

mar 18, 2022

A inclusão da região Central do RS no Guinness Book por conta da descoberta dos fósseis de dinossauros mais antigos do mundo foi comemorada no município. Agudo faz parte da lista de 22 cidades que passaram a constar no livro do recordes.  A secretária de Desenvolvimento Econômico, Cultura e Turismo de Agudo, Djulia Ziemann, lembrou que Agudo contribuiu muito para a obtenção deste título, uma vez que no município foi encontrado um dos mais antigos fósseis de animais pré-históricos.

Em entrevista ao programa Enfoque desta sexta-feira (18), a secretária agradeceu à comunidade que colaborou com os pesquisadores quando dos achados. A cerimônia de entrega do certificado do livro do recordes ocorreu em Santa Maria, na quarta-feira, com a presença dos prefeitos dos 22 municípios que integram a região reconhecida. São eles: Venâncio Aires, Santa Cruz do Sul, Candelária, Vera Cruz, Rincão dos Cabrais, Vale do Sol, Paraíso do Sul, Agudo, Dona Francisca, Faxinal do Soturno, São João do Polêsine, Nova Palma, Silveira Martins, Restinga Sêca, Santa Maria, São Martinho da Serra, São Pedro do Sul, Mata, São Vicente do Sul, Jaguari, São Francisco de Assis e Nova Esperança do Sul.

Para entrar no Guinness World Records, o famoso livro dos recordes, é preciso provar a quebra de um recorde, auditado por pessoas responsáveis para certificar que o feito é o maior dentro de alguma medida ou categoria.