Delegada diz que casal preso no interior de Passa Sete planejava crimes

Graciela Foresti Chagas acredita que este tipo de roubo vá diminuir

jun 10, 2021

Delegada Graciela

Agentes da Delegacia de Polícia Civil de Sobradinho, prenderam preventivamente na tarde desta quarta-feira (09), um casal de 45 e 37 anos, respectivamente. Eles são suspeitos de terem participado do roubo majorado ocorrido em Serra Velha, interior do Município de Passa Sete no dia 25 de maio último, quando aproximadamente cinco homens mantiveram uma família refém e subtraíram veículos, dinheiro e itens do minimercado da família.

Material recuperado pela Polícia Civil

Conforme a Delegada Graciela Foresti Chagas, que coordena as investigações e representou pelas prisões, na residência do casal preso ontem, também no interior de Passa Sete, foi localizada parte dos objetos roubados e outros elementos que indicaram a participação de ambos no crime. Os veículos furtados na ocasião, também foram recuperados pela Polícia Civil. Após procedimentos legais, o casal foi encaminhado ao Presídio Estadual de Sobradinho.

Em entrevista ao programa Enfoque da Rádio Sobradinho AM, a delegada disse que a prisão deste casal é muito importante, porque ajuda a esclarecer, não só este caso, mas possivelmente outros crimes que já aconteceram naquela região. Graciela Foresti Chagas acredita que este tipo de roubo vá diminuir, já que o casal preso, é apontado como responsável pelo planejamento e auxiliar nesses crimes, que contam com a participação de outros criminosos de fora, que sozinhos não conseguiriam executá-los, uma vez que não conhecem a região.

Na entrevista desta quinta-feira (10) a delegada também informou que foi decretada a prisão preventiva do autor das facadas que levaram a morte de Valmir Sartório, de 58 anos, no dia 28 de maio último, em Engenho Velho, interior de Passa Sete. O acusado está foragido.

Faca utilizada no crime

A delegada Graciela explicou que a vítima e o autor da facada – que morava de favor na sua propriedade – haviam ingerido bebida alcóolica e acabaram se desentendendo. Conforme a delegada, Valmir Sartório teria saído em defesa do filho do autor da facada que havia sido ameaçado pelo pai. O foragido já possui antecedentes, também por homicídio.