Consórcio Intermunicipal Vale do Jacuí elabora projeto para viabilizar asfaltamento de todos os acessos aos municípios do Centro Serra

Ideia é utilizar uma parte do ICMS do Governo do Estado para esta finalidade, na ordem de 1,5% do imposto gerado na região

fev 14, 2022

Foto: Henrique Lindner/Rádio Sobradinho AM

O Consórcio Intermunicipal Vale do Jacuí elaborou projeto para viabilizar o asfaltamento de todos os acessos aos municípios da região Centro Serra que ainda não são pavimentados. Foi o que revelou o prefeito de Arroio do Tigre, Marciano Ravanello, presidente do consórcio. Em entrevista ao programa Enfoque nesta segunda-feira (14), ele explicou que a ideia é utilizar uma parte do ICMS do Governo do Estado para esta finalidade, na ordem de 1,5% do imposto gerado na região. O plano prevê a execução das obras em 10 anos, com os recursos administrados pela entidade que reúne os municípios.

Ravanello disse que plano semelhante já foi elaborado em outra região do Estado e que existe amparo legal para este tipo de projeto. Para ele, é necessário que a região se mobilize porque esperar pelo Governo do Estado vai levar tempo demais para que todas as obras sejam concretizadas. Além dos acessos aos municípios, também seriam incluídas outras ligações entre municípios, como o caso da estrada Ibarama a Agudo.

Por isso, Marciano Ravanello já convidou o prefeito de Agudo, Luiz Henrique Kittel, a ingressar no Consórcio Intermunicipal Vale do Jacuí.  O mesmo convite será feito a Pinhal Grande e Lagoão. Jacuizinho que também não participava da entidade já confirmou que vai ingressar. Com este projeto, seria viabilizado o asfaltamento dos acessos a Lagoão e Tunas, entre outras obras. No total a proposta prevê 180 quilômetros de asfalto.