Classificação do tabaco volta à discussão na Assembleia Legislativa

O Projeto, de autoria do deputado Zé Nunes, volta à pauta nesta quinta-feira (07), com presença anunciada de vereadores da região do Centro Serra, que aguardam a votação imediata da matéria

jul 6, 2022

Foto: Divulgação

Na reunião ordinária da Comissão de Economia, Desenvolvimento Sustentável e do Turismo, promovida na manhã desta quarta-feira (06),  foi aprovado por unanimidade, o Projeto de Lei 216/2014, que altera a Lei 14.328, de 23 de outubro de 2013, que Institui a Política Estadual de Irrigação do Rio Grande do Sul, o Plano Diretor de Irrigação no Contexto dos Usos Múltiplos da Água, o Conselho Gestor da Política Estadual de Irrigação e o Fundo Estadual de Irrigação, de relatoria do deputado Adolfo Brito. O próximo passo agora é ir a plenário para aprovação.

No espaço de assuntos gerais, o deputado Adolfo Brito trouxe a pauta a discussão sobre o Projeto de Lei 204/2015, que estabelece a classificação do tabaco na propriedade do agricultor, que tramita na Comissão de Agricultura. O parlamentar destacou que, como presidente da Comissão de Agricultura, por várias vezes, a matéria não foi votada, tendo em vista, o legítimo direito de parlamentares de pedir vistas para análise da proposição.

O Projeto, de autoria do deputado Zé Nunes, volta à pauta nesta quinta-feira (07), com presença anunciada de vereadores da região do Centro Serra, que aguardam a votação imediata da matéria, pois acredita-se que a aprovação vai possibilitar uma melhor avaliação por parte das fumageiras, no momento da compra. O presidente da Comissão de Agricultura acredita que a matéria poderá ser votada amanhã, para seguir posteriormente ao Plenário, para votação final. Adolfo Brito já abriu voto favorável à aprovação do Projeto, tanto na comissão quanto em Plenário, posteriormente.