Câmara de Arroio do Tigre aprova obrigatoriedade de treinamento sobre a Manobra de Heimlich em hospitais e maternidades

De autoria da vereadora Délci Schneider (PDT), matéria recebeu votos favoráveis de todos os parlamentares em Sessão Ordinária

jul 12, 2022

Foto: Assessoria da Câmara

Os vereadores de Arroio do Tigre estiveram reunidos para mais uma Sessão Ordinária, nessa segunda-feira, 11. Foram aprovadas três aberturas de crédito. Uma no valor de R$ 15 mil reais para dar suporte às ações desenvolvidas na equidade e enfrentamento ao preconceito, discriminação e racismo dentro da comunidade arroiotigrense.

O outro crédito especial, de R$ 50 mil, servirá para aquisição de fraldas e outros materiais para pacientes credenciados no município. De acordo com a relatora do Projeto, vereadora Elia Maria Mainardi Brixner (Progressistas), são entregues, em média, 150 fraldas para 40 a 50 pacientes por mês, de forma gratuita. Conforme ela, o Estado repassava aos municípios o valor de R$ 1 real por fralda entregue. Esse repasse não vai mais ocorrer, ficando a despesa desse material para os cofres municipais.

Também foi aprovado o crédito especial de R$ 1.118,81 para custear despesas relativas ao turismo, referente à prestação de serviços de assessoria para realização do projeto de estruturação do Plano de Marketing Regional Turístico da Região Centro Serra.

Na sessão de ontem também foi aprovado o projeto de origem legislativa, de autoria da vereadora Délci Schneider (PDT), que dispõe sobre a obrigatoriedade dos hospitais e maternidades de Arroio do Tigre a oferecerem treinamento de aplicação da Manobra de Heimlich. Conforme ela, a técnica de primeiros socorros é utilizada em casos de emergência voltados para situações de engasgamento, aspiração de corpo estranho e prevenção de morte súbita de bebês de até um ano.