Assinados os primeiros contratos de Pronaf em Arroio do Tigre

Ato ocorreu no Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Arroio do Tigre

jul 9, 2021

Fotos: Vinícios Rech -Rádio Sobradinho

O Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Arroio do Tigre, juntamente com o Banco do Brasil, técnicos agrícolas, escritórios voltados ao agronegócio e agricultores, realizaram na manhã desta sexta-feira, 9, o ato de assinatura dos primeiros contratos do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), nas modalidades de custeio e investimento.

Conforme o gerente do Banco do Brasil de Arroio do Tigre, Fernando Eichelberger, o incremento financeiro que teve o Plano Safra 2021/2022 traz otimismo para os agricultores. Segundo ele, já se imaginava o aumento dos juros, o qual considera abaixo da estimativa. Para quem contrata o Pronaf custeio, comercialização ou investimento os juros vão de 3% a 4,5%. Eichelberger ainda destacou que a agência de Arroio do Tigre contratualiza de R$ 10 a R$ 14 milhões em recursos para o Pronaf todos os anos.

Para o presidente do Sindicato dos Trabalhadores de Arroio do Tigre, Alceu Mergen, o aporte financeiro poderia ter sido melhor. A Fetag, inclusive, avaliou o Plano Safra deste cicilo como razoável, tendo em vista o aumento do custo de insumos. Outro ponto destacado por Alceu é o teto do Pronaf, que passou de R$ 415 mil para R$ 500 mil. De acordo com ele muitos agricultores podem ficar de fora do programa, uma vez que a alta da soja pode colocar o faturamento de alguns produtores acima do teto. Pleiteava-se junto ao Governo Federal o teto de R$ 600 mil, o que não ocorreu.

Quem deseja acessar uma das linhas de crédito disponíveis via Pronaf deve procurar o STR para encaminhar proposta. Alceu e Fernando destacaram uma liberação de recurso recorde, através do Pronaf investimento. Em três dias foi possível liberar o recurso para o produtor que adquiriu um trator novo. O resultado rápido foi possível devido a agilidade dos entes envolvidos.