Assaltante que praticou crimes no Centro Serra morre em confronto com a Polícia

Marco Antônio de Carvalho conhecido pelo apelido de Véio, morreu na última sexta-feira (8), quando ele e outros três comparsas assaltaram uma agência do Banrisul, no centro de Santana da Boa Vista

abr 12, 2022

Fotos: Divulgação/BM

Um assaltante morto com um tiro na cabeça disparado por um policial militar durante roubo a uma agência bancária em Santana da Boa Vista, no sul do Estado, é natural de Santa Cruz e coleciona uma série de antecedentes policiais, incluindo crimes no Centro Serra. Marco Antônio de Carvalho conhecido pelo apelido de Véio, morreu na última sexta-feira (8), quando ele e outros três comparsas assaltaram uma agência do Banrisul, no centro de Santana da Boa Vista. Os bandidos usaram armas como fuzil e espingarda calibre 12, onde levaram uma quantia não revelada do local, e fizeram um cordão humano com reféns para se protegerem da reação policial. Houve intenso tiroteio. Nenhum policial foi ferido no confronto.

O mesmo PM que disparou contra Véio atingiu ainda um outro assaltante na barriga, mas, este foi arrastado pelos comparsas para um veículo usado na fuga. Os três fugitivos ainda são procurados em cerco montado pela Brigada Militar na região de Encruzilhada, onde um esconderijo do grupo foi encontrado. Conforme informações da Polícia Civil, Véio estava foragido desde o ano passado, sendo apontado como um dos principais suspeitos de outros crimes na região, entre eles de envolvimento no latrocínio que vitimou um homem de 63 anos na localidade de Linha Eugênia, em Santa Cruz. A investigação aponta que ele como um dos líderes do grupo que planejava roubar uma carga de fumo. Conforme o delegado regional Luciano Menezes, a ficha policial de Marco Antônio vai desde furtos qualificados, assaltos a uma passagem por tráfico de drogas.

Também há registros de delitos em Sobradinho e Passa Sete. Segundo Menezes, a vida dele foi no mundo do crime, e como ele queria fazer dinheiro rápido, seguiu cometendo roubos no vale do Rio Pardo e no Centro-Serra. Conforme informações da Delegacia de Polícia de Sobradinho, em 25 maio do ano passado, Véio é apontado como um dos autores de um roubo a um estabelecimento comercial na localidade de Serra Velha, interior de Passa Sete.  Ele e mais dois criminosos, renderam e amarraram o casal proprietário de um mercado, que estavam com uma criança, e um vizinho na hora do assalto. Armados e usando toucas, eles reviraram o local em busca de dinheiro. No final da ação, levaram uma caminhonete e uma moto pertencentes ao casal dono do estabelecimento, além de dois televisores, botijões de gás e produtos do mercado. Alguns dos itens foram recuperados pela polícia no decorrer da investigação do fato.