Arroio do Tigre fará recolhimento de lixo eletrônico

A recomendação é que as pessoas guardem o lixo eletrônico até que possam ser destinados corretamente através das campanhas promovidas pelo Município

dez 12, 2023

Foto: Divulgação

O Município de Arroio do Tigre, através da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, e com apoio das demais secretarias municipais, promove campanha de recolhimento de “Lixo Eletrônico” e outros Resíduos Sólidos Urbanos. A ação vai ocorrer nesta quarta-feira, 13, no estacionamento do Parque Municipal de Eventos Atilio Pasa. O recolhimento será das 8h até às 16h, e serão recolhidos sem custo aos munícipes.

Em entrevista ao Programa Enfoque da Rádio Sobradinho, a secretária da Agricultura e Meio Ambiente, Viviane Redin Mergen, e o biólogo do município, Gustavo Beinke, destacaram quais materiais serão recebidos: linha branca de eletrodomésticos, como geladeira, fogão, micro-ondas, refrigerador, ar condicionado, forno elétrico, cafeteira, torradeira, aparelho purificador de água, máquina de lavar roupas, dentre outros.

Também aparelhos eletrônicos e periféricos, como celulares e telefones, televisores, videogames, computadores, notebook, tablet, relógios, rádio, aparelho de som, impressoras e scanners, dvd, monitores, mouse, teclados e teclado, além de cabos e fios, carregadores em geral, estabilizadores e nobreak, fax, máquinas de escrever, videocassete, chuveiros, metais, placas em geral e plásticos. Viviane ainda destaca que também serão recolhidas lâmpadas fluorescentes, tonners, cabos de fibra óptica, cartuchos, pilhas e baterias, no entanto, esses materiais têm custo de destinação.

Para pilhas e baterias o custo é de R$ 17,00 o quilo; lâmpadas inteiras têm custo de R$ 1,00 por unidade; já as lâmpadas quebradas elevam o custo em R$ 17,00 o quilo; tonners custam R$ 3,50 a unidade, enquanto que os cartuchos de impressoras custam R$ 2,50 a unidade para destinação correta. Na oportunidade também serão recebidos cabos de fibra óptica com custo de R$ 600,00 o metro cúbico. Segundo a secretária, uma nova coleta já está sendo pensada para os meses de abril ou maio de 2024. A recomendação é que as pessoas guardem o lixo eletrônico até que possam ser destinados corretamente através das campanhas promovidas pelo Município.