Agudo passará a contar com Escola Cívico-Militar

Conforme a secretária municipal da Educação, Emanueli Unfer, esse novo modelo não descaracteriza a pedagogia da escola, pois não atua na administração do educandário, mas sim contribui com o apoio em questões de formação dos alunos

fev 19, 2022

Foto: Divulgação

A partir de 2022 Agudo passará a contar com a primeira Escola Cívico-Militar do município. Será na Escola Santos Dumont, no bairro Caiçara, que também será a primeira instituição da Quarta Colônia a atuar neste formato. A proposta apresenta um conceito de educação voltado a crianças e adolescentes em vulnerabilidade social, com a participação dos educadores da escola e com apoio de militares da reserva. A previsão é que a escola terá o apoio de um militar a cada 90 noventa alunos. Os estudantes da escola também usarão uniformes. O prefeito Luiz Henrique Kittel destaca que a Escola Cívico-Militar será uma forma de atender estudantes em turno integral, melhorar os indicadores educacionais e possibilitar mais oportunidades. Os monitores serão os responsáveis por promover atividades extracurriculares no turno inverso para alunos do 1º ao 9º ano do Ensino Fundamental. Os militares também trabalharão projetos que incentivem a disciplina e valores universais.

Conforme a secretária municipal da Educação, Emanueli Unfer, esse novo modelo não descaracteriza a pedagogia da escola, pois não atua na administração do educandário, mas sim contribui com o apoio em questões de formação dos alunos. A instituição, que agora passa a ser nomeada de Escola Municipal Cívico-Militar de Ensino Fundamental Santos Dumont, atende hoje 247 alunos e já é tida como uma referência dentro da rede municipal, por também participar do projeto de cooperativas escolares. O Programa Estadual de Escolas Cívico-Militares é uma iniciativa da Secretaria Estadual da Educação, em parceria com a Secretaria Estadual de Segurança Pública, inspirado no Programa Federal, em parceria com a Secretaria da Segurança Pública, Brigada Militar, Corpo de Bombeiros Militar e Prefeitura de Agudo.

A partir de intermédio do deputado estadual Ten. Cel. Zucco, o Município de Agudo apresentou interesse em aderir ao Programa Estadual de Escolas Cívico-Militares. A adesão ao programa foi permitida após audiência pública com a comunidade escolar e apreciação por parte do Conselho Municipal de Educação. A principal diferença entre as escolas cívico-militares das instituições militares é que na primeira a gestão e administração segue com as equipes de professores da rede escolar e obedecendo as regras do município. Já os colégios militares são geridos e administrados por militares e a maioria dos educadores também são militares. No Centro Serra, não há até o momento nenhuma escola Cívico-Militar.