Agricultores de Estrela Velha investem no cultivo de tomates

Em 2020, foi colhida uma tonelada de tomates dos 500 pés cultivados

jul 5, 2021

Buscando alternativas para diversificar a renda da família devido à seca que atingiu o Rio Grande do Sul em 2020, os agricultores Cherle Kasten e Vlademir Alex Rabuske viram na produção de tomates uma alternativa viável para a família. Residentes na localidade de Colônia Juvenília, interior do município de Estrela Velha, o casal apostou no cultivo de sementes caseiras de tomate gaúcho, sob orientações da Emater. Segundo a extensionista rural Social, Giana Redin, em 2020, foi colhida uma tonelada de tomates dos 500 pés cultivados.

A produção foi comercializada mediante postagens nas redes sociais da família. Com o sucesso do cultivo e o bom retorno na comercialização, em 2021 os agricultores investiram na instalação de um sistema de irrigação por gotejamento, na aquisição de mudas de tomates da variedade Comodoro, sendo cultivados 1.500 pés de tomate em duas estufas. Além disso, a família investiu na produção de cinco mil mudas de hortaliças.

Giana Redin destaca que numa área de um hectare são cultivadas mudas de repolho, brócolis, couve-flor, alface, beterraba e abobrinhas. Conforme ela, “o cultivo das hortaliças é uma alternativa de renda para o inverno”. O casal também utiliza técnicas de plantio a base de produtos ecológicos ofertando produtos de melhor qualidade nutricional aos consumidores.