Acusado de estuprar idosa em Arroio do Tigre é suspeito de vários outros crimes

Em entrevista ao Programa Enfoque, a delegada Graciela Foresti Chagas disse que o homem é suspeito de crimes como ameaça, violência doméstica, incêndio criminoso e importunação ofensiva ao pudor.

jun 9, 2022

O homem acusado de estuprar uma idosa de 76 anos, no interior de Arroio do Tigre, já é suspeito de vários outros crimes como ameaça, violência doméstica, incêndio criminoso e importunação ofensiva ao pudor. O caso ocorreu em meados de abril, na localidade de Coloninha, mas devido a algumas sequelas da vítima, ela só foi ouvida pela Polícia no início desta semana. Conforme o depoimento, o suspeito, de 34 anos, teria invadido a residência da idosa durante a noite e a arrastado para os fundos do imóvel onde praticou um primeiro estupro. Quando ela conseguiu fugir para o interior da casa, ele a perseguiu e a estuprou pela segunda vez. E por fim, quando estava lhe arrastando para a estrada dizendo que iria lhe matar em um matagal próximo, o agressor desistiu da ação ao perceber a aproximação de um veículo.

Em entrevista à Rádio Sobradinho nesta quinta-feira (09), a delegada Graciela Foresti Chegas disse que a idosa tentou chamar seu filho, que dormia na mesma casa, mas que ele não ouviu o pedido de socorro porque havia tomado medicamento para dormir. Graciela Foresti Chegas acrescentou que a prisão do homem, nesta quarta-feira (08), foi possível graças às várias provas colhidas pela investigação que embasaram o pedido de prisão preventiva, autorizado pelo Poder Judiciário. Para ela, não há dúvidas sobre a autoria do crime e citou que entre as provas estão exame médico e roupas deixadas pelo suspeito no local. A delegada lamentou que aumentaram os crimes sexuais em relação a vítimas vulneráveis como idosos e crianças.

A pena inicial de estupro é de 6 a 10 anos de reclusão, mas em caso de lesão grave pode chegar a 12 anos. Ela observou que se a vítima ficar com sequelas a pena também pode ser agravada. Como foram dois estupros, também existe a hipótese do acusado ter a pena dobrada. Segundo ela, isso depende das circunstâncias de cada caso e do julgamento pelo Poder Judiciário.