Logo Rádio Sobradinho AM & Jacuí FM
Geral 06/03/2019 13:42
Por: Fabricio Ceolin

Consumo de cigarros de origem ilegal é alto no Centro Serra

Todos os índices confirmam que o consumo de cigarros ilegais no Brasil ultrapassou o mercado legalizado, das indústrias que pagam impostos, oferecem empregos formais e estão submetidas a rígidos controles de qualidade.

Em 2018, 54% dos cigarros consumidos no Brasil eram de origem ilegal, sendo 50% contrabandeados do Paraguai e o restante produzido por indústrias que operam irregularmente no País. As informações são do Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística em pesquisa encomendada pelo Instituto Brasileiro de Ética Concorrencial. Os dados mostram que o impacto financeiro é gigante.

Somente com cigarros, no ano passaado a Receita Federal arrecadou R$ 11,4 bilhões no ano, mas a evasão fiscal foi de R$ 11,5 bilhões em função do mercado ilegal. Todos os índices confirmam que o consumo de cigarros ilegais no Brasil ultrapassou o mercado legalizado, das indústrias que pagam impostos, oferecem empregos formais e estão submetidas a rígidos controles de qualidade. O setor do tabaco lamenta o incremento do mercado clandestino, pois o cigarro é um dos produtos mais contrabandeados pelas fronteiras brasileiras.

No Centro Serra, o consumo de cigarros contrabandeados é grande até mesmo entre os produtores de tabaco. O produto é facilmente encontrado alguns bares, bancas e até mesmo pessoas chegam a vender de casa em casa pelo interior.