Logo Rádio Sobradinho AM & Jacuí FM
Geral 01/10/2020 14:42
Por: Redação

Assassinato de empresário de Agudo completa oito anos

De acordo com a investigação, Rosangela Lipke é suspeita de ser a mandante do crime.

O assassinato de Ediér Antônio Bernardini completa oito anos e segue sem previsão de julgamento para os quatro réus do caso. No dia 30 de setembro de 2012, o empresário foi encontrado morto, após ser amarrado e torturado em um dos portões de um galpão da empresa que dirigia, em Rincão do Mosquito, interior de Agudo. Desde então, a família luta por justiça.

Três júris já foram marcados, mas nenhum concluído. De acordo com a investigação, Rosangela Lipke é suspeita de ser a mandante do crime e Valter André Silva Santos teria participado ativamente do assassinato e estava em um veículo de Bernardini. A mulher havia tido um relacionamento com a vítima e estaria exigindo dinheiro e bens do empresário. Edier Bernardini havia registrado ocorrência policial em que relatou estar sendo ameaçado de morte pela acusada.

Ainda há outros dois homens acusados de participar do crime: Diones Crumenauer dos Santos e Gelson da Silva Grigolo. Como eles ficaram foragidos e só foram encontrados mais tarde, o processo foi dividido em duas partes, e eles deverão ser julgados posteriormente, também em data a ser definida.