Logo Rádio Sobradinho AM & Jacuí FM
Política 07/10/2019 21:21
Por: Redação

Vereadores de Sobradinho rejeitam emendas à LDO

A próxima sessão do Legislativo de Sobradinho será segunda-feira (14), às 18 horas.

Os vereadores de Sobradinho estiveram reunidos na 31ª Sessão Ordinária nesta segunda-feira (07). Foram aprovadas as seguintes Moções de Reconhecimento:

De autoria da vereadora Maxcemira Trevisan a Evaldo Luiz Francisco “o Sofá”.

Moções de Reconhecimento de autoria da vereadora Solange Guerreiro à Associação das Trabalhadoras Rurais, à Associação de Juventude Rural de Sobradinho e à Emater.

De autoria do vereador Tuki Siman, foi aprovada moção pelos 60 anos da Cotriel e pelos 12 anos de atuação da cooperativa no município de Sobradinho. O Legislativo também aprovou ainda uma moção de repúdio ao Projeto de Lei que extingue o cargo de Oficial Escrevente dos quadros do Poder Judiciário Estadual.

Emendas:

Foram rejeitadas as 3 emendas à LDO 2020, de autoria do vereador Luiz Freitas. Elas previam destinar valores de secretarias para castração de cachorros, cursos profissionalizantes e exames para bovinos. Votaram contra os vereadores Adão Weber, Maxcemira Trevisan, Elemar Lázzari e Valdecir Bilhan. Com voto de minerva, o Presidente do Legislativo Tuki Siman também votou contra às emendas.

Foram aprovados por unanimidade os seguintes projetos:

Projeto que dispõe sobre as Diretrizes Orçamentárias para o exercício financeiro de 2020; Projeto que altera o Código Tributário Municipal; Projeto que que revoga a taxa de serviços urbanos a Limpeza Pública; Projeto que abre Crédito Especial no valor de R$ 16.591,00, para a Secretaria da Assistência Social; e Projeto que autoriza o Executivo a outorgar concessão de uso, de um módulo do Centro de Empreendedores Individuais de Sobradinho ao empreendedor Edemar Turcatto. Foi aprovado ainda por 5 votos favoráveis e 4 votos contrários dos vereadores Éder Librelotto, Solange Guerreiro, Luiz Freitas e Jeferson Matana, o projeto que autoriza a abertura de crédito no valor de R$ 45.200,00, para construção da estrutura e instalação de energia elétrica para o britador municipal.

Período de explicações pessoais:

A vereadora Solange Guerreio parabenizou a Cotriel pelos 12 anos de atuação em Sobradinho, e falou também sobre o encontro de mulheres que será promovido pela cooperativa no próximo dia 10 em Espumoso. Solange disse ter sido procurada por produtores rurais, que solicitaram incentivo para construção de açudes.

O vereador Adão Weber relembrou a criação do Corpo de Bombeiros Voluntários de Sobradinho, destacando sua luta para a criação do grupo e a conquista em obter o primeiro caminhão de bombeiros. Disse que hoje, os Bombeiros Voluntários seguem salvando vidas e patrimônios. Elogiou o trabalho da equipe envolvida em uma ocorrência em Linha São João – município de Segredo. Citou o trabalho dos bombeiros Rudinei de Lima e Elton dos Santos, que com auxílio de moradores do local salvaram a agricultora Rejane Kroth Bernardi, que havia caído nas águas do Arroio Serrinha na última sexta-feira (04). Considerou o resgate realizado como um ato de bravura, e pediu reconhecimento do Poder Legislativo para que os dois bombeiros voluntários sejam homenageados.

O presidente do Legislativo Tuki Siman ocupou a tribuna e revelou que uma indicação sua será agora adotada pelo Executivo. Os funcionários da prefeitura terão à disposição o Programa Saúde do Trabalhador. O projeto prevê avaliações médicas de rotina, associadas a exames específicos voltados aos funcionários da prefeitura. Disse ainda que uma empresa de São Gabriel estará trazendo nesta terça-feira (08), uma proposta de videomonitoramento para a cidade, projeto que será apresentado ao membros da Segurança Pública e ao Executivo e Legislativo.

O vereador Jeferson Matana ao ocupar a tribuna, disse que as emendas à LDO de autoria do vereador Luiz Freitas que foram rejeitadas, podem retornar através de um Projeto de Lei do Executivo. Justificou também seu voto contrário ao projeto que prevê o valor de R$ 45 mil para a instalação do britador, dizendo que até hoje não recebeu a resposta sobre o real custo de produção da máquina que foi comprada por R$ 780 mil reais, através de um financiamento. Lembrou que será alto o custo para manter o britador, pois o município precisará de mão de obra, além de maquinários para trabalhar na produção. Disse que no mercado, o metro de brita é vendido por R$ 50 reais. Avalia que em 3 anos não terá mais o que fazer com o britador, pois o município é pequeno, o calçamento na cidade estará zerado e todas as propriedades rurais terão seus acessos britados. Salientou que se fosse investido 25% do valor pago, a prefeitura colocaria brita em toda extensão territorial do município.

O vereador Elemar Lazzari disse não admitir que seus colegas votaram contra a instalação do britador. Destacou que se a prefeitura conseguiu financiar a máquina, é porque tem crédito. Lembrou dos novos loteamentos que serão construídos no futuro, que precisarão de brita em suas ruas. Quanto à construção de açudes, respondeu sua colega Solange Guerreiro dizendo que a Secretaria da Agricultura já possui um programa que subsidia horas máquinas, onde o agricultor paga praticamente a metade do valor comercial hoje cobrado pelos serviços de máquina, e com isso pode construir um açude a preço de custo.

A próxima sessão do Legislativo de Sobradinho será segunda-feira (14), às 18 horas.