Logo Rádio Sobradinho AM & Jacuí FM
Geral 30/03/2021 12:27
Por: Redação

Piscicultores de Arroio do Tigre esperam vender dez toneladas durante Feira do Peixe

Ao todo, são cinco espécies de peixes que estão à disposição para venda: carpa capim, húngara, prateada, cabeça grande e tilápia

A Semana Santa movimenta a comercialização de peixes em toda a região. Em Arroio do Tigre, a Associação dos Piscicultores, Emater e Prefeitura organizam a Feira do Peixe 2021, na Praça Deputado Ivo Mainardi, e pretendem comercializar dez toneladas de peixes vivos, congelados e processados. Ao todo, são cinco espécies de peixes que estão à disposição para venda: carpa capim, húngara, prateada, cabeça grande e tilápia.

De acordo com o prefeito Marciano Ravanello, a feira só foi possível graças ao esforço junto ao governo estadual pela liberação. Contudo, o espaço serve apenas para comercialização e não para visitação, como ocorria em outros anos, tendo em vista os protocolos de distanciamento. Para entrar na feira é aferida a temperatura e repassadas orientações sobre a correta utilização da máscara e do álcool em gel. Somente 30 pessoas por vez são autorizadas a permanecerem no espaço da feira. A orientação é para que apenas uma pessoa da família se dirija ao local para realizar a compra do pescado.

O piscicultor Oraci Schuh, de Linha São José, se destaca também pela comercialização do produto processado. Ele tem à disposição, além do peixe vivo, as mantas e filés de tilápia. De acordo com ele, os preços precisaram ser reajustados neste ano, uma vez que a ração – principal alimento – quase dobrou de preço. Além disso, são necessários três quilos de peixe para fazer um quilo de filé ou manta. Os valores variam de R$ 10 a R$ 20 no quilo do peixe vivo ou carneado. Já os processados vão de R$ 22 a R$ 35 o quilo. A feira abre todos os dias, das 9h às 19h. Na quinta-feira – que tradicionalmente encerrava a feira ao meio-dia – tem autorização para atender o público até o final da tarde.