Logo Rádio Sobradinho AM & Jacuí FM
Geral 10/04/2019 15:01
Por: Redação

Reunião com a Defensoria Pública acabou não acontecendo

Vereadores e moradores foram pela manhã até o local, onde foram orientados pelo assessor do Defensor Público a encaminhar um ofício relatando a situação.

Acabou não ocorrendo na tarde desta terça-feira (09) a anunciada reunião com a Defensoria Pública com as 9 famílias ameaçadas de despejo que residem nas imediações da alça de acesso à cidade. Conforme repassado pelos funcionários do órgão à reportagem das Rádios Sobradinho AM e Jacuí FM, que esteve no local para acompanhar o encontro, não havia reunião agendada e nem mesmo o defensor público estava atendendo nesta terça. Segundo eles, vereadores e moradores foram pela manhã até o local, onde foram orientados pelo assessor do Defensor Público a encaminhar um ofício relatando a situação.

Este ofício já foi agora encaminhado e assinado pelos vereadores Valdecir Bilhan e Maxcemira Trevisan. No documento, os parlamentares pedem a intervenção da Defensoria Pública no sentido de auxiliar as famílias das imediações do trevo, que foram intimadas a desocupar suas casas em virtude de sentença judicial e, processo movido pelo DAER. Ao todo 18 famílias estão sendo alvo de ações que podem resultar na retirada delas do local. A intenção é buscar uma alternativa que viabilize o reassentamento do grupo. O antigo proprietário da área teria vendido lotes no local, mesmo depois de ter sido indenizado pelo DAER quando da construção da ERS-400.