Logo Rádio Sobradinho AM & Jacuí FM
Geral 25/05/2019 11:46
Por: Redação

CACISS cobra mais ação do poder público para manter Sobradinho como polo regional

Segundo Emerson Torrel, esta visão de que Sobradinho depende só da agricultura, não pode mais ser levado em conta.

"É muito ruim para nós".. diz o presidente da Câmara do Comércio, Indústria e Serviços de Sobradinho (CACISS), se referindo ao fechamento das Lojas Colombo. E prossegue Emerson Torrel: “Isto representa mais uma perda de força de mercado para Sobradinho, cidade que vê cada vez mais peças vazias para alugar. Isto nos preocupa e mostra que Sobradinho, no setor comercial, já caiu muito e vem caindo cada vez mais. Acredito que se Sobradinho não mudar rápido, iremos perder a nossa referência de polo comercial. Não vejo estas mudanças partindo do poder público, onde de há conflito de interesses. É uma situação grave. A administração municipal tem que pensar diferente – parar de investir em trator, ônibus, máquina ou reboque. Deve pensar o Sobradinho área urbana, cidade polo, no nosso comércio, e no setor de serviço”.

Citou o evento Natal das Estrelas, que vem sendo difícil para acontecer como deve, por uma falta de visão. “Isso precisa mudar e nós, enquanto entidade, não podemos baixar a guarda e recuar. Temos que cada vez mais cobrar do poder público mudança de visão, mudança de gestão”. E continua Emerson Torrel: “Peço aos meus companheiros de diretoria da CACISS, que sempre quando houver oportunidade, levem esta preocupação aos vereadores, secretários, e ao prefeito. Esta visão de que Sobradinho depende só da agricultura, não pode mais ser levado em conta. Somos basicamente, uma cidade que vive do comércio e serviço, dependendo de toda a região Centro Serra”.

Emerson Torrel finaliza lembrando: “Esses que estão no poder público, não acredito que tenham uma visão diferente, o que é urgente. Precisamos de representantes, tanto na Câmara, quanto no Executivo, que entendam a importância que o nosso setor comercial tem para a economia do Município”. “Sobradinho precisa ser uma cidade diferente, limpa, moderna, mediante ações que atraiam as pessoas para cá"... concluiu o presidente da CACISS.