Logo Rádio Sobradinho AM & Jacuí FM
Saúde 16/01/2021 13:30
Por: Redação

AMCSERRA decide não apresentar recurso ao mapa de Distanciamento Controlado/RS

Nesta semana a região 27, com sede em Cachoeira do Sul, ficou com média 1,68 (acima, portanto, de 1,5, tolerada para Bandeira Laranja)

Conforme o Mapa do Modelo de Distanciamento Controlado do Rio Grande do Sul, divulgado nesta sexta-feira(15), novamente as regiões de agrupamento, de Cachoeira do Sul, Cruz Alta e Passo Fundo, foram classificadas com Bandeira Vermelha. Analisando os dados da semana juntamente com o Departamento Jurídico de Cachoeira do Sul, a diretoria da AMCSERRA, entendeu que a região 27, não tem condições de reverter a Bandeira Vermelha.

Nesta semana a região 27, com sede em Cachoeira do Sul, ficou com média 1,68 (acima, portanto, de 1,5, tolerada para Bandeira Laranja). Acrescenta-se a isto, o histórico de análise do Gabinete de Crise, que nas últimas semanas não aceitou nenhum pedido de reconsideração de Bandeira; a alteração para Bandeira Preta no indicador “Projeção do número de óbitos nos últimos 7 dias”; o aumento para Bandeira Vermelha no indicador “Variação do número de confirmados em UTI”; o aumento para Bandeira Vermelha no indicador “Variação do números de leitos de UTI para atender COVID-19; além da ocupação de leitos de UTI na Região 27, que está em 90%. Na macrorregião está em 79,3%. A região 27 obteve melhora apenas no indicador “número de hospitalizações por COVID-19”.

Neste sentido a AMCSERRA entende ser inviável o pedido de reconsideração de bandeira ao Comitê Avaliação do Governo do Estado nesta semana, devido a capacidade de atendimento na região estar em situação delicada. Os municípios que podem aderir a regra 0-0 nesta semana, da Região 27 são: Cerro Branco, Ibarama, Lagoa Bonita do Sul, Novo Cabrais, Passa Sete e Segredo; e da Região 12 – com sede em Cruz Alta, Jacuizinho se enquadra nesta regra. Dos municípios da AMCSERRA não se enquadram na regra 0-0, Arroio do Tigre, Estrela Velha, Sobradinho, Lagoão e Tunas. Estes municípios podem se beneficiar através da Cogestão Regional, com regras semelhantes a Bandeira Laranja.