Logo Rádio Sobradinho AM & Jacuí FM
Política 28/07/2020 14:15
Por: Fabricio Ceolin

Eleições 2020: Nome de Armando Mayerhofer não é unanimidade no PDT

A dirigente disse que esperava um nome de renovação para a coligação e que seu partido não vai aceitar nada “goela abaixo”.

O nome de Armando Mayerhofer não é unanimidade na Executiva do PDT como pré-candidato a prefeito pela coligação que administra o município. Foi o que disse a presidente da sigla, Angela Wiezke, em entrevista nesta terça-feira (28), ao programa ENFOQUE da Rádio Sobradinho AM. Ela disse que a direção do partido tratou do assunto em reunião na noite passada e não chegou a uma definição. Conforme Angela, a única certeza do partido, neste momento, é não aceitar uma chapa pura do MDB como chegou a ser cogitado. O mesmo vale para o Progressistas.

A dirigente disse que esperava um nome de renovação para a coligação e que seu partido não vai aceitar nada “goela abaixo”. Ela, no entanto, não indicou um possível candidato de preferência, mas disse que há outros nomes inclusive no MDB, reconhecendo que havia acordo prévio que a cabeça de chapa fosse indica pelos emedebistas.

Ao ser questionada se esse nome poderia ser Felipe Secretti, ela disse que é uma possibilidade. No PDT, Angela disse que seu nome e o de Tuky Siman seriam os indicados para uma possível chapa com o MDB. Tuki anunciou na semana passada que vai deixar o partido e a política. Na entrevista, a presidente do PDT revelou, também, que já conversou com Maurício Lipke, presidente do Progressistas, partido que indicou Jorge Pohlmann como pré-candidato. Para ela, este partido também deveria buscar renovação. Ela citou até mesmo a possibilidade de uma terceira ou quarta via e disse que fez contatos também com o PT que já apresentou Rogerinho Carniel como pré-candidato.

O nome do vice-prefeito Armando Mayerhofer foi apresentado na semana passada durante reunião dos presidentes do MDB, PTB e PDT. Após o encontro, o coordenador da coligação, Gerson Schirmer, emitiu nota afirmando que este seria o nome do grupo. No entanto, o presidente do PTB, Idelfonso Barbosa, e agora a presidente do PDT, Angela Wietzke, afirmam que Mayerhofer foi apenas a indicação do MDB e que as executivas dos outros dois partidos ainda precisam analisar a indicação.