Logo Rádio Sobradinho AM & Jacuí FM
Geral 27/12/2018 14:04
Por: redacao

Campanha em benefício do bebê Heitor de Vargas já arrecadou mais de 110 mil reais

A funcionária do CRAS de Ibarama, Janaína Pimenta, e a secretária de Assistência Social, Letícia Mariani, disseram que estão satisfeitas com o resultado obtido até agora, considerando que a iniciativa tem apenas duas semanas.

  • Heitor Vargas. Foto: reprodução/Facebook
  • Pais com o Heitor, secretária da Assistência Social e funcionária do CRAS de Ibarama no estúdio da Rádio Sobradinho. Foto: Henrique Lindner
  • Janaina e Letícia falaram ao programa ENFOQUE. Foto: Henrique Lindner

A campanha em benefício do bebê Heitor de Vargas, de Ibarama, já arrecadou 110 mil e 600 mil reais. O número foi divulgado ne4sta quinta-feira (27) no programa ENFOQUE da Rádio Sobradinho AM pelas organizadoras da campanha. A funcionária do CRAS de Ibarama, Janaína Pimenta, e a secretária de Assistência Social, Letícia Mariani, disseram que estão satisfeitas com o resultado obtido até agora, considerando que a iniciativa tem apenas duas semanas. Elas explicaram que neste valor estão incluídos os valores depositados nas contas bancárias diretamente pela população e também o resultado obtido de outras formas de arrecadação, como a rifa e pedágios e, ainda, a vaquinha virtual.

Vários jogadores de futebol de grandes clubes e artistas já declararam apoio à campanha, mas segundo Janaína e Letícia, nenhum fez doações expressivas até agora. Uma nova rifa será lançada na semana que vem e três eventos já estão programadas pela campanha: um brechó dia 12 de janeiro na Praça 3 de Dezembro, em Sobradinho; um jantar dia 2 de fevereiro no ginásio de esportes de Ibarama e um baile dia 23 de fevereiro no ginásio da FEJÃO, em Sobradinho.

Em Arroio do Tigre, os Bombeiros Voluntários vão promover amanhã (28) um pedágio solidário, também em benefício do menino. Serão montados dois pontos de arrecadação das 8 e meia às 18 horas. Heitor de Vargas foi diagnosticado com atrofia muscular espinhal, doença que afeta os músculos do corpo e dificulta os movimentos e até a respiração. Entre outros recursos, ele necessita de um aparelho que auxilia na respiração e um medicamento importado que custa 364 mil cada dose. A família ingressou com ação na justiça exigindo do estado o pagamento das despesas. A ação já foi julgada procedente pela comarca de Sobradinho.