Logo Rádio Sobradinho AM & Jacuí FM
Saúde 17/04/2018 13:45
Por: Redação

Campanha Municipal de Vacinação Contra a Influenza inicia segunda-feira

Em Sobradinho, a vacina estará disponível nos ESFs dos bairros Rio Branco, Baixada e Copetti, no Posto de Saúde Central e de Vila Gramado.

A Campanha Municipal de Vacinação Contra a Influenza 2018, promovida pela Secretaria de Saúde de Sobradinho, terá início na próxima segunda-feira, dia 23 de abril, se estendendo até 1º de junho. A intenção é vacinar em torno de 4.700 pessoas, o que corresponde a 90% do público alvo.

Conforme recomendação do Ministério da Saúde, deverão receber a dose: crianças de seis meses a menores de cinco anos; gestantes;  mulheres com até 45 dias após o parto; trabalhadores da área da Saúde; pessoas com idade acima de 60 anos; adolescentes e jovens de 12 a 21 anos que estão sob medida socioeducativas; população privada de liberdade , funcionários do sistema prisional; portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, independente da idade; e professores das escolas públicas e privadas que estão em sala de aula.

Em Sobradinho, a vacina estará disponível nos ESFs dos bairros Rio Branco, Baixada e Copetti, no Posto de Saúde Central e de Vila Gramado. No chamado “Dia D” da campanha – data da mobilização nacional que ocorrerá no sábado, dia 12 de maio – todas as unidades de saúde do município estarão imunizando os grupos prioritários, das 8h às 17h. A enfermeira responsável pelo Setor de Imunização, Roberta Holzschuh lembra que para ser imunizado é necessário o cartão de vacinação e, no caso dos idosos, também da carteira de identidade.

Os portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais precisam apresentar uma prescrição médica, especificando o motivo  da vacina. Já os professores que estão em sala de aula devem levar algum documento que comprove a atividade.

Conforme Roberta, apesar da vacina ser de suma importância para prevenir a gripe, algumas pessoas precisam ficar atentas porque há contraindicações. Indivíduos com histórico de reação alérgica grave a proteína do ovo e a doses anteriores da vacina, crianças menores de seis meses e quem está com doenças febris agudas não devem ser vacinados.

Já o secretário de Saúde, Nilo Wietzke, destaca a importância do lançamento da campanha neste período que antecede o inverno, estação mais propícia para a gripe. Segundo ele, a criação de anticorpos ocorre entre duas e três semanas após a aplicação da dose. Por isso é fundamental que as pessoas procurem a vacinação no período da campanha.