Logo Rádio Sobradinho AM & Jacuí FM
Geral 14/01/2020 14:47
Por: Redação

Lagoa Bonita promove reunião para tratar sobre decreto de emergência

O objetivo foi levantar e avaliar os dados do setor agrícola do município que poderiam viabilizar a decretação de situação de emergência devido à estiagem.

O prefeito de Lagoa Bonita do Sul, Gilnei Luchese e o vice Luiz Francisco Fagundes coordenaram reunião com o secretário de Agricultura e Meio Ambiente, Pedrinho Tavares, o diretor de Departamento de Agricultura, Nei Moraes; técnicos da Emater; representantes de empresas fumageiras, o produtor rural Januário Francesquett e os vereadores Gilsemar Honnef e Claudiomiro Severo.

O objetivo foi levantar e avaliar os dados do setor agrícola do município que poderiam viabilizar a decretação de situação de emergência devido à estiagem. Segundo os dados apresentados, na cultura do Tabaco o prejuízo é de 25%, sendo que as lavouras mais prejudicadas foram as que tiveram o plantio no cedo. Na cultura da soja na variedade precoce, a quebra chega a 25%, e na variedade de ciclo normal, a média é de 5%. A fase mais afetada foi a falha na germinação. No milho a quebra é de 50% no que já foi plantado, e o milho do tarde ainda não havia sido plantado. Na cultura do feijão os prejuízos chegam a 70%, de acordo com os dados da Emater.

Doze famílias já registram falta de água para consumo, os quais a prefeitura prestou suporte levando água potável até as propriedades. Na oportunidade foi avaliado também que, as últimas precipitações de chuva ocorridas na última semana, abrandaram a situação, viabilizando a recuperação de algumas culturas. O prefeito Gilnei Luchese afirmou que os dados levantados são importantes para embasar a viabilidade da emissão de um Decreto de Emergência, o qual deve estar bem fundamentado pois, caso seja decretado, ainda necessita de homologação da defesa civil do Estado.