Logo Rádio Sobradinho AM & Jacuí FM
Política 04/01/2021 13:59
Por: Redação

Prefeito e Vice de Sobradinho avaliam que transição foi tranquila e projetam atividades para o mandato

O prefeito disse que Sobradinho é uma cidade polo do Centro Serra, sendo forte o setor calçadista e madeireiro, mas há possibilidade de buscar outros investimentos.

O prefeito Armando Mayerhofer e o vice Ivan Trevisan, participaram nesta segunda-feira (04), do Programa ENFOQUE da Rádio Sobradinho AM. O prefeito avaliou ter sido tranquilo o processo de transição de governo, uma vez que ele já exercia a função de vice-prefeito, lembrando que as secretarias já vinham cumprindo com sua missão de deixar tudo organizado. Questionado o que motivou a decisão de assumir sem nenhum secretário, o prefeito destacou que a experiência já foi colocada em prática no governo Maninho Trevisan, sendo adotada agora com objetivo de buscar um reequilíbrio financeiro.

Revelou que o assunto foi debatido entre o MDB e PDT, partidos que formam o atual governo. Armando adiantou que Nilo Wietzke e Olandir Bernardi – o Pequeno, continuarão atuando, neste período, respectivamente, como Diretores de Saúde e de Obras, e não como Secretários. O prefeito lembrou que em janeiro muitos servidores estão de férias, e conforme o prefeito, será um mês de planejamento e redefinição da estrutura administrativa. Armando Mayerhofer responderá pelas secretarias de Finanças e Planejamento, Administração, Obras e Serviços Urbanos, Agricultura e a da Saúde. 

Já o vice-prefeito, Ivan Trevisan, destacou que sua atuação num primeiro momento estará à frente de secretarias, fazendo trabalho na organização, destacando ser uma grande responsabilidade. Trevisan salienta que até março o Governo deverá estar composto por todos os secretários, e juntamente com equipes de cada pasta, espera fazer um bom trabalho nos próximos quatro anos. Ivan, ficou com as Secretarias de Assistência Social, Educação e a de Indústria, Comércio e Serviços. 

O prefeito Armando Mayerhofer revelou também que não pretende nomear CCs e nem FGs, nesse período, e somente em março será feita a composição do novo governo. Lembrou que os servidores concursados deverão colaborar para que a máquina administrativa não pare. Ele avaliou que 2021 será um ano difícil, de poucos recursos, sendo preciso fazer um ajuste orçamentário e financeiro para não ter problemas lá na frente. Mayerhofer disse que os principais projetos de sua gestão, será a continuar investindo forte na agricultura, saúde e assistência social e em todas as secretarias, mas destacou que seu foco principal será a geração de empregos. O prefeito disse que Sobradinho é uma cidade polo do Centro Serra, sendo forte o setor calçadista e madeireiro, mas há possibilidade de buscar outros investimentos, não esquecendo do apoio que precisa ser dado as empresas que já estão instaladas na cidade. Quanto as finanças do município, Mayerhofer destacou que o orçamento cresceu muito pouco, 1,5%, comparado com uma inflação de 4,13% índice do IPCA, sendo preciso a busca de recursos em Brasília através de emendas, convênios, projetos e do próprio orçamento.

Disse que as receitas próprias trazem uma estabilidade financeira, e por isso é preciso ter a preocupação de ter um planejamento administrativo com o orçamentário e financeiro, para não comprometer nada além daquilo que terá disponível. Armando Mayerhofer avaliou ainda que sua experiência como secretário de finanças e vice-prefeito, vai fazer com que possa ter um olhar no sentido de não comprometer as finanças, para poder manter os compromissos em dia com os servidores municipais e fornecedores e executar as obras em andamento. Ele reafirmou também o fim do turno único na prefeitura que volta a atender das 7 e meia às 11 e meia, e das 13 às 17 horas.