Logo Rádio Sobradinho AM & Jacuí FM
Política 16/04/2018 20:39
Por: Redação

Vereador levanta suspeita de suposto cartel nos preços de combustíveis de Sobradinho

Segundo Tuki Siman o preço cobrado pelo litro da gasolina é cerca de 50 centavos mais caro do que em outros municípios.

  • Tuki Siman. Foto: arquivo
  • Sessão foi nesta segunda-feira. Foto: Ivanio Melchior/Rádio Sobradinho

Os vereadores de Sobradinho aprovaram nesta segunda-feira (16) o projeto que revoga a Lei autorizando o uso de imóvel para estoque e depósito, a indústria de Calçados West Coast. Também foi aprovada a abertura de um Crédito Especial de 35 mil reais para incentivos a produtores rurais. Os vereadores aprovaram ainda outros dois projetos que revogam leis municipais que autorizam a concessão de uso oneroso, de bens imóveis do Centro de Empreendedores Individuais de Sobradinho, para Lino José Mai Junior e Monica Saldanha Bertoti.

Baixou para estudos o projeto que prevê a contratação emergencial de um monitor de informática. Também ficou nas comissões o projeto que autoriza o Executivo conceder uso de um imóvel locado pelo município para instalação de uma empresa calçadista. Baixaram ainda nas comissões dois projetos que autorizam o Executivo outorgar a concessão de uso oneroso, de bens imóveis do Centro de Empreendedores Individuais de Sobradinho, para Tatiani Rodrigues e Lisélia Giacomelli.

EXPLICAÇÕES PESSOAIS

  • Na Tribuna, durante o período das Explicações Pessoais, o vereador Éder Librelotto parabenizou o CTG Galpão da Estância pelos 64 anos de fundação. O parlamentar também questionou qual o incentivo da prefeitura para o setor rural. Disse que um plantador de soja de Linha Central teve de pagar 4 mil reais para recuperar sua estrada a fim de possibilitar a retirada da produção. Librelotto disse que este produtor é um dos que mais gera impostos para o município. Lembrou que na campanha, o prefeito Maninho Trevisan, disse durante um comício em Vila Gramado, que era inadmissível um produtor ter de pagar para ter uma estrada. Eder Librelotto disse que 85% da arrecadação municipal vêm da indústria e comércio, porém, o Executivo não pode esquecer os agricultores.
  • Luiz Freitas falou do projeto Arte e Cidadania lançado na última sexta-feira (13), que envolve mais de duzentas crianças em oficinas de arte, canto coral e esportes. Lamentou a ausência do Secretário Municipal da Educação, e questionou porque o Executivo cortou o transporte para as crianças. Freitas também criticou a demora para a instalação da empresa que vai explorar a água mineral em Sobradinho.
  • Jeferson Matana destacou ser necessária a nomeação de um titular para a Secretaria de Obras.
  • Já a vereadora Maxcemira Trevisan considerou os pronunciamentos dos vereadores de oposição como “discursos demagógicos”. Inicialmente questionou o vereador Luiz Freitas, sobre “qual a sua contribuição para o município?”. Sobre o projeto Arte e Cidadania, Maxcemira explicou que o projeto foi criado por pessoas particulares, sem CNPJ, e não possui nenhum documento que embase o apoio da Secretaria da Educação. Sobre a cobrança para abrir uma estrada em Linha Central, a vereadora disse que o Executivo fez o serviço sem olhar para partidos políticos, ressaltando que na história de Sobradinho nunca houve um governo que apoiasse tanto o interior do município. No caso específico, a cobrança foi feita de acordo com as horas trabalhadas, sendo que do valor, 1.700 reais referem-se à mão de obra dos funcionários.
  • Elemar Lazzari acrescentou que para fazer este serviço, foram deslocadas para Linha Central, uma draga, uma patrola e três caçambas. Quanto ao valor pago, parte se refere ao óleo diesel e outra parte é o custo com os funcionários que trabalharam fora de hora. Elemar ressaltou que se o serviço fosse feito por uma empresa particular, custaria mais de 10 mil reais.
  • Tuki Siman parabenizou a comunidade de Arroio Bonito pela realização do Festival do Porco. Sobre a água mineral, explicou que o processo é demorado, sendo necessário seguir os trâmites legais. Além disso, destacou que foi a atual administração destravou o processo, que se encontrava parado desde a administração passada. Sobre os incentivos para os agricultores, Tuki solicitou ao secretário da Agricultura que apresente na próxima sessão uma lista de todos os programas e incentivos concedidos aos produtores rurais. Quanto à cobrança para abrir a estrada para um produtor de soja de Linha Central, o vereador disse que se foi um serviço particular, a cobrança é justa. Tuki Siman também levantou suspeita de um suposto  cartel nos preços dos combustíveis de Sobradinho. Segundo ele, o valor cobrado pelo litro da gasolina é cerca de 50 centavos mais caro do que em outros municípios.
  • Já o presidente do Legislativo, Valdecir Bilhan, disse que a abertura de uma estrada é melhoria na propriedade, e que o preço cobrando pela hora/máquina é o mesmo cobrado de outros contribuintes que necessitam de serviços de máquinas da prefeitura. Valdecir destacou ainda, entre outros assuntos, que a legislação eleitoral vai acabar inviabilizando os pequenos partidos políticos.

PRÓXIMA SESSÃO

A próxima sessão dos vereadores de Sobradinho será segunda-feira, dia 23, às 18 horas.