Logo Rádio Sobradinho AM & Jacuí FM
Bombeiros 03/02/2018 11:46
Por: Redação

Bombeiros de Sobradinho divulgam relatório de atividades registradas em janeiro

Foram 31 ocorrências em Sobradinho, duas em Arroio do Tigre, quatro em Segredo, cinco em Passa Sete, duas em Ibarama, uma em Candelária, e uma em Lagoa Bonita.

Os Bombeiros Voluntários de Sobradinho atenderam 46 ocorrências no mês de janeiro. Foram 13 remoções de pacientes, 5 ocorrências de verificação de apoio, 18 atendimentos de urgência e emergência incluindo acidentes, e 10 incêndios atendidos. Foram 31 ocorrências em Sobradinho, duas em Arroio do Tigre, quatro em Segredo, cinco em Passa Sete, duas em Ibarama, uma em Candelária, e uma em Lagoa Bonita. Desde o começo de janeiro, a corporação deixou de atender o município de Arroio do Tigre que possui agora corporação própria, além dos municípios de Estrela Velha e Lagoão que não renovaram os convênios com a entidade.

No período, foram utilizados 18 mil litros de água; 843 quilômetros percorridos e 53 horas e 31 minutos trabalhadas. A corporação está otimista com o reduzido número de incêndios em estufas de fumo registrados na atual safra: foram 9 até agora. Em anos anteriores, a média no período ficava em torno de 20 estufas queimadas. O que chama a atenção na atual safra, é que cerca de 90% das ocorrências aconteceram no período da noite. Os bombeiros orientam que se deve sempre observar a temperatura correta da secagem do tabaco em todos os períodos do dia.  É importante a instalação da tela de proteção, o que evita o contato direto da folha seca com os canos. A manutenção e limpeza da estufa também são essenciais. Canos furados ou com fuligem, também representam um grande risco.

Os bombeiros voltam a ressaltar que em caso de incêndio, o produtor deve fechar todas as entradas de ar da estufa para abafar o fogo; a energia elétrica deve ser desligada e os cabos da bateria dos equipamentos auxiliares também devem ser desconectados. Em hipótese alguma se deve jogar água na fornalha e nem quebrar o telhado. Eles lembram que ao chamar os bombeiros, peça que alguém fique na beira da estrada para orientar rapidamente a equipe até o local do incêndio. Caso os bombeiros forem acionados e o proprietário da estufa verificar que não há mais risco das chamas atingirem galpões, varandas, casas ou que não existe mais nenhuma possibilidade de salvar a estufa, o produtor pode fazer uma nova ligação suspendendo o socorro, evitando um deslocamento desnecessário. Pode ser solicitado à corporação um registro de comunicação de ocorrência, para ser utilizado como comprovação no acionamento do seguro.

Na safra passada, já houve uma redução significativa no número de incêndios em estufas. Foram 25, enquanto que nas safras anteriores este número ficava em torno de 40 incêndios. Conforme Gerson Schirmer presidente e comandante operacional interino dos Bombeiros de Sobradinho, isso se deve ao trabalho de divulgação sobre a prevenção, e uma maior conscientização dos produtores sobre as normas de segurança que devem ser adotadas durante a secagem do tabaco.  Os Bombeiros Voluntários de Sobradinho atendem pelo número 9-97-193-193.