Logo Rádio Sobradinho AM & Jacuí FM
Geral 09/02/2019 11:36
Por: redacao

Unidade da CESA de Cachoeira do Sul vai a leilão

A Cesa de Cachoeira do Sul vale R$ 5,2 milhões.

Não é de agora que o Governo do Estado quer se desfazer de várias unidades da Cesa no interior. A de Cachoeira, localizada às margens do Rio Jacuí, foi colocada à venda no governo anterior e não apareceu interessado. Chegou a ser alugada por uma cooperativa de Júlio de Castilhos, que desistiu do negócio. Agora, no Governo Eduardo Leite estão à venda dez unidades. A Cesa de Cachoeira do Sul vale R$ 5,2 milhões. A direção da Companhia Estadual de Silos e Armazéns (Cesa) divulga calendário de leilões de dez unidades em todo o Rio Grande do Sul, dando continuidade ao processo de liquidação da empresa.

A expectativa é de arrecadar cerca de R$ 70 milhões, valor estimado a partir do preço mínimo estipulado. Cinco leilões já têm data definida. “A intensificação nas vendas de novas unidades e a agenda de leilões judiciais confirma o interesse da Cesa e do Estado de cumprir o acordo firmado para quitação dos passivos trabalhistas”, avaliou o secretário da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural, Covatti Filho. A diminuição da estrutura física da Cesa ocorre desde 2015, com a venda de seis ativos da companhia. A unidade frigorífica de Caxias do Sul quitou mais de 90% da dívida que a Cesa tinha com o BRDE. Já o valor da unidade de Estação serviu como pagamento de passivo trabalhista em ação individual.

Os terrenos em Júlio de Castilhos, Nova Prata, Palmeira das Missões e Santa Rosa foram partes integrantes de acordo judicial feito com o Sindicato dos Auxiliares de Administração de Armazéns Gerais do Estado do Rio Grande do Sul, que determinou o abatimento de 60% do valor da causa, baixando de R$ 300 milhões para pouco mais de R$ 117 milhões. Dentro da lista de unidades que integram o acordo com o sindicato, a venda da área de Passo Fundo só está pendente por causa de uma ação civil de reintegração de posse, que aguarda julgamento. Devido ao interesse do setor imobiliário e à localização privilegiada do terreno, a Cesa espera arrecadar valores superiores ao preço mínimo de R$ 16 milhões.

Veja no quadro abaixo as unidades da Cesa que serão leiloadas em 2019, lembrando que a carta precatória já foi expedida pela 14ª Vara do Trabalho de Porto Alegre em direção às comarcas competentes:

FILIAL

Preço Mínimo

LEILÕES

SÃO GABRIEL I

R$ 3.363.600,00

19/02 – 13h

SÃO GABRIEL II

R$ 2.502.000,00

19/02 – 13h

IBIRUBÁ (BRDE)*

R$ 6.444.000,00

20/02/2019 – 13h30

SANTA BÁRBARA DO SUL

R$ 2.684.286,00

11/03/2019 – 14h

ERECHIM

R$ 5.184.000,00

27/03 – 15h

CACHOEIRA DO SUL

R$ 5.226.000,00

A DEFINIR

BAGÉ

R$ 2.748.000,00

A DEFINIR

CRUZ ALTA

R$ 5.686.470,60

A DEFINIR

SÃO LUIZ GONZAGA

R$ 21.151.876,00

A DEFINIR

CAPÃO DO LEÃO

R$ 14.766.070,00

A DEFINIR

* Leilão realizado pelo BRDE

Fonte: Governo do RS