Logo Rádio Sobradinho AM & Jacuí FM
Política 13/06/2018 15:02
Por: redacao

TSE absolveu o ex-prefeito de Pinhal Grande da acusação de compra de votos

Garlet recorreu ao TSE, que acolheu um agravo de instrumento no dia 8 de maio passado e o absolveu da acusação.

O Tribunal Superior Eleitoral absolveu, por unanimidade, o ex-prefeito de Pinhal Grande Saulo Garlet (PDT) da acusação de corrupção eleitoral por compra de votos. O fato teria ocorrido nas eleições de 2008, quando, segundo o Ministério Público, Garlet teria oferecido 300 reais para que um eleitor votasse em Marilene Scapint (PDT), candidata a prefeita do município. Na época, ele era prefeito de Pinhal Grande.

A condenação em primeira instância ocorreu em 2010, e o ex-prefeito recebeu uma pena de um ano de reclusão, substituída por pena restritiva de direitos e multa. Ele recorreu ao Tribunal Regional Eleitoral, que rejeitou recurso do ex-prefeito. Garlet recorreu ao TSE, que acolheu um agravo de instrumento no dia 8 de maio passado e o absolveu da acusação.

“Foi uma trama ardilosa armada pelos adversários para tirar proveito político na época. Não era candidato e não ofereci vantagem a ninguém. Na verdade, eu fui a vítima”.. alega Saulo Garlet.